terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Vem Ai o Novo Sistema BRT em Salvador. Aguarde!

 
Salvador entra no rol de cidades que apostam na mobilidade urbana via BRT, sistema que usa ônibus de alta capacidade e corredores exclusivos

Na hora do pico da manhã, são quase 4,5 mil pessoas que buscam embarcar nos ônibus da Estação, enfrentando esperas de até meia hora, empurrões e pisadelas, para disputar um assento.
Pensando nisso, a Setin, a Transalvador e técnicos do Setps elaboraram a Rede Integrada de Transporte (RIT), um projeto que apresenta um novo olhar sobre o sistema de transporte público, priorizando o transporte coletivo através de vias exclusivas segregadas do tráfego em geral, valorizando o passageiro, a flexibilidade, rapidez e o baixo custo, e leva em conta o atual perfil da mobilidade na cidade, sem, no entanto, deixar de solucionar os principais pontos de congestionamentos da cidade.

A RIT envolve duas frentes: o investimento no transporte público, através da implantação dos corredores do BRT (o Bus Rapid Transit uma nova modalidade de transporte), e a expansão do sistema viário - construindo 40 km de novas vias e 38 km de duplicações – uma vez que as duas variáveis formam uma rede e dependem uma da outra para um bom desempenho.

O projeto engloba ainda a modernização dos trens do Subúrbio Ferroviário, a extensão do metrô até o bairro de Pirajá e toda a reformulação das linhas de ônibus já existentes, para permitir a integração entre os meios rodoviário e ferroviário de transporte.
Lançado pioneiramente em Curitiba-PR, o BRT está sendo implantado em mais de 100 cidades em todo o mundo.

O BRT de Salvador - Características

. Corredores exclusivos e interligados
. Ônibus articulados e biarticulados
. Veículos de grande capacidade (160 a 270 lugares)
. Portas à esquerda e à direita (duplas e largas)
. Cobrança prévia, em guichês externos
. Estações com piso elevado, garantindo a acessibilidade universal
. Ultrapassagens nas estações, acabando com as filas
. Três tipos de operação: expresso (sem parada no trajeto), semiexpresso (poucas paradas intermediárias) e parador (para em todos os pontos do percurso)
. Segurança e conforto para os pedestres
Fonte: Atarde

Nenhum comentário:

Postar um comentário