quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Biodiesel




Biodiesel


Biodiesel refere-se a combustível diesel baseado em óleo vegetal ou gordura animal consistindo de ésteres de ácidos graxos, ésteres alquila (metila, etila ou propila) de ácidos carboxílicos de cadeia longa. É um combustível renovável e biodegradável, obtido comumente a partir da reação química de lipídios, óleos ou gorduras, de origem animal (e.g., sebo) ou vegetal, com um álcool na presença de um catalisador (reação conhecida como transesterificação). Pode ser obtido também pelos processos de craqueamento e esterificação.
O biodiesel é feito para ser usado em motores diesel padrão e, portanto, distinto dos óleos vegetais e resíduos usado para motores a combustível diesel convertidos e substitui total ou parcialmente o óleo diesel de petróleo em motores ciclo diesel automotivos (de caminhões, tratores, camionetas, automóveis, etc) ou estacionários (geradores de eletricidade, calor, etc). Pode ser usado puro ou misturado ao diesel em diversas proporções. O biodiesel pode ser usado sozinho ou misturado com o petrodiesel (combustível diesel derivado de petróleo).
O termo "biodiesel" é padronizado como mono-alquil ésteres nos Estados Unidos..[1]
O nome biodiesel muitas vezes é confundido com a mistura diesel+biodiesel, disponível em alguns postos de combustível. A designação correta para a mistura vendida nestes postos deve ser precedida pela letra B (do inglês Blend). Neste caso, a mistura de 2% de biodiesel ao diesel de petróleo é chamada de B2 e assim sucessivamente, até o biodiesel puro, denominado B100.

Misturas

Misturas (composições) de biodiesel e combustível diesel convencional à base de hidrocarbonetos são os produtos mais comumente distribuídos para uso no mercado de varejo de combustível diesel. Grande parte do mundo usa um sistema conhecido como o "fator" B "para indicar a quantidade de biodiesel em qualquer mistura de combustível:
  • Biodiesel a 100% é referido como B100, enquanto
  • Biodiesel a 20% é rotulado B20
  • Biodiesel a 5% é rotulado B5
  • Biodiesel a 2% é rotulado B2[2]
Obviamente, quanto maior o percentual de biodiesel, mais ecologicamente amigável é o combustível.[3] É comum nos E.U.A. ver-se o rótulo B99.9 porque um crédito de imposto federal será concedido à primeira entidade que componha óleo diesel com biodiesel puro. Misturas de 20 por cento de biodiesel com 80 por cento de diesel de petróleo (B20) podem geralmente ser usadas em motores diesel sem modificações. O biodiesel pode também ser utilizado em sua forma pura (B100), mas pode exigir modificações no motor para evitar certos problemas de manutenção e performance. Misturas de B100 com óleo diesel pode ser obtidas por:
  • Mistura em tanques de fabricação e estocagem em ponto próximo antes da entrega por caminhões-tanque
  • Mistura por agitação natural no caminhão-tanque (adicionando percentagens específicas de biodiesel e diesel de petróleo)
  • Na linha de mistura, duas componentes chegam ao caminhão-tanque simultaneamente.
  • Mistura por bombas dosadoras, em que medidas de óleo diesel e biodiesel estão definidas para o volume total, com a bomba puxando a transferência de dois pontos e completando a nistura na saída da bomba.
 1° parte do Edição Biodiesel...
Kaio Design Bus Bahia. Á quimíca em 1° mão....

Nenhum comentário:

Postar um comentário