quinta-feira, 3 de março de 2011

Novidades para o Carnaval 2011 de Salvador








Novidades para o Carnaval 2011 de Salvador

E já foi tomada uma decisão para o Carnaval de 2011: o estacionamento do Campo Grande, próximo à Rua João das Botas, Canela, será mais uma arquibancada de acesso grátis para a população de Salvador. O assunto foi discutido na primeira reunião do coordenador geral do Carnaval, vice-prefeito Edvaldo Brito, quando foi realizada a  avaliação da festa na tarde desta sexta-feira (12) na Central de Gestão, no Campo Grande, com a participação de representantes de secretarias e órgãos municipais envolvidos com a organização da festa.

Nessa primeira noite da festa, 15 crianças de até 12 anos de idade foram acolhidas, em ambiente especializado, porque estavam acompanhando os pais vendedores ambulantes. Elas estão agora na Escola Municipal São Domingos Sávio, no Chame-Chame, e na Escola Santana, em Nazaré, onde recebem assistência pedagógica e participam de atividades lúdicas.

A Superintendência de Obras Públicas (Sucop) informou que, apesar da chuva forte desta madrugada em alguns pontos da cidade causando pequenos alagamentos, nada  comprometeu a infraestrutura do Carnaval. Entre os ajustes, foi verificada a necessidade de reforço na iluminação de alguns locais de concentração de ônibus.

Até a manhã desta sexta-feira, a Transalvador recolheu 66 veículos que estavam estacionados irregularmente. Alguns foram identificados através das câmeras de videomonitoramento.

As blitze para combater o casamento de álcool com direção no trânsito continuam durante o período do Carnaval. Entre a noite de quinta e a madrugada de sexta-feira (12) foram montados três pontos de abordagem - Bonocô, Avenida Juraci Magalhães e Amaralina. Cento e sete motoristas passaram pelo teste do bafômetro e seis foram levados para a delegacia por estarem alcoolizados.

Nos 14 pontos de táxis localizados nos circuitos, a Transalvador abordou 136 taxistas. Seis carros foram apreendidos por recusar a transportar passageiros. Em todos os pontos, placas mostram o valor da corrida para todas as regiões da capital.

Na área de informática, pela primeira vez a Prefeitura tem todos os links próprios, sem precisar contratar terceirizados. Isso faz com que a telefonia no trabalho do Carnaval seja municipal. Uma rede wireless (sem fio) está disponível em todos os circuitos, democratizando o acesso à internet.

"A máquina da Prefeitura está funcionando em cooperação única e com tolerância zero. É preciso organizar a festa oferecendo serviços de qualidade, mas, ao mesmo tempo, com tecnologia de ponta e em sintonia com a polícia para proporcionar segurança ao folião e fazer um trabalho preventivo contra a violência", declarou o vice-prefeito Edvaldo Brito, satisfeito com os resultados dessa primeira reunião de avaliação.

Salvador - Bahia - Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário