sábado, 21 de maio de 2011

Novos Projetos de Salvador para a Copa de 2014. Parte 1

Governo promete revitalizar porto de Salvador até maio de 2013 


O Porto de Salvador será completamente revitalizado e estará pronto até 13 de maio de 2013, antes da Copa das Confederações. Este foi o compromisso assumido entre a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) e a Secretaria Extraordinária para Assuntos da Copa (Secopa).

O acordo foi estabelecido através da assinatura de um protocolo de intenções que visa à criação de um ambiente favorável entre os governos federal, estadual e municipal, com a perspectiva de resolver os problemas estruturais e de trânsito enfrentados pelos turistas que chegam a Salvador através do Porto.

“De fato existem problemas e o protocolo vai ajudar a equacioná-los”, disse o secretário Ney Campello, da Secopa. Para ele, o acordo sinaliza o compromisso das três esferas do poder público para resolver a questão. “Queremos que o Porto seja um dos nossos cartões de visita para a Copa.”
Segundo o presidente da Codeba, José Muniz Rebouças, o Porto de Salvador tem singularidades e será muito requisitado durante o Mundial, já que está localizado a menos de um quilômetro da Arena Fonte Nova. “Temos os recursos garantidos para aprimorar as rotas de acesso ao entorno e adequar as estruturas para melhorar a atracação dos navios de passageiros.”

Copa 2014

A ampliação facilitará o aumento da capacidade de recepção de turistas e possibilitará uma maior oferta de leitos durante os jogos. De acordo com Rebouças, o número de navios que atraca na cidade cresce a cada ano. “Em 2010, recebemos 240 mil turistas. Para este ano, estamos prevendo 280 mil, com pico durante o Carnaval, quando, num só dia, chegam aproximadamente 25 mil pessoas.”

A reforma do Porto de Salvador custará aproximadamente R$ 66 milhões. Deste valor, R$ 36 milhões estão assegurados pelo governo federal através do chamado PAC da Copa e será utilizado na mobilidade e ampliação do terminal de passageiros, que passará a funcionar no Armazém 2.

O restante do investimento previsto para a reforma do Armazém 1, da ordem de R$ 30 milhões, deve ser aportado através da iniciativa privada. O projeto prevê neste local a construção de um receptivo turístico, com área para eventos culturais e de lazer, além de uma grande praça de alimentação, com bares e restaurantes.

Entre os armazéns, serão abertas visadas para o mar (acesso visual), reintegrando a Praça Cayru e a Avenida da França. O projeto preservará a arquitetura original, da primeira década do século passado. Também será construído um estacionamento para carros, ônibus e táxis para o embarque e desembarque dos passageiros. A área será controlada e restrita aos usuários da Estação Marítima de Salvador.

O projeto básico já está pronto. Segundo prometeu Rebouças, serão duas licitações distintas. O processo deve começar ainda neste semestre. “Já temos a data da inauguração, 13 de maio de 2013, dia em que o Porto de Salvador completa 100 anos.”

Fontes: Radar Notícia
Visite o site: http://www.radarnoticia.com.br/

Comentem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário