sexta-feira, 20 de maio de 2011

Transalvador apresenta plano para amenizar greve rodoviária


Transalvador apresenta plano para amenizar greve rodoviária

Caso a greve dos rodoviários seja confirmada para a próxima terça-feira, 24, a Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador) anunciou plano de contingência que, dentre outras medidas, liberará 300 micro-ônibus do Sistema Complementar de Transporte (Stec) para atender às linhas que vão até o centro da cidade. Geralmente estes micro-ônibus, administrados por cooperativas, fazem linhas em regiões periféricas da cidade.

O superintendente da Transalvador, Alberto Gordilho, disse que ainda aguardará a determinação da Justiça do Trabalho sobre qual será a frota mínima a ser disponibilizada à população. Gordilho adiantou que vai liberar também circulação de vans e micro-ônibus vindos de cidades vizinhas. “Temos que fazer o máximo para amenizar os efeitos de uma greve”, disse. Será permitido ainda aos taxistas utilizar seus veículos como lotação. 

Além dos micro-ônibus do Stec, circulam em Salvador 2.556 ônibus urbanos e 730 metropolitanos. O diretor de Transportes da Transalvador, Marcos Flores, disse que o percentual dessa frota que continuar rodando será distribuído, principalmente, pelos quatro principais corredores da capital: BR-324, Paralela, orla e Suburbana. “Mas é lógico que o sistema sofrerá drasticamente”, comentou. 

Negociação - Representantes do Sindicato do Rodoviários da Bahia e do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Setps) tentarão chegar a acordo em reunião, na segunda-feira (23), às 8 horas, na Superintendência do Trabalho e Emprego (STRE- BA). Os rodoviários pedem 18% e o patronato oferece 3,72% de reajuste.
O assessor de relações sindicais do Setps, Jorge Castro, espera evitar a greve. “Cada um pode ceder de um lado”, resumiu Castro. 

Comércio e escolas - As escolas públicas das redes estadual e municipal, caso a greve ocorra, manterão normais as atividades. As assessorias de comunicação das secretarias estadual e municipal de Educação informaram que as aulas não serão suspensas, mas que não serão computadas faltas dos estudantes e professores que não conseguirem se dirigir às unidades escolares. Nas escolas estaduais, caso seja pequeno o número de alunos presentes às aulas, os conteúdos serão repostos. 

Escolas particulares também tentarão medidas para amenizar os prejuízos com a parada dos ônibus. A orientadora educacional do Curso e Colégio Análise, Cássia Andrade, considerou que os problemas não devem ser tão grandes para a unidade escolar que fica no Bonfim. “A maioria dos estudantes e professores mora perto”, disse. Nos casos em que estudantes não consigam chegar à unidade, ela esclareceu que, quanto a avaliações, serão remarcadas. Cássia Andrade disse que o mesmo deve ocorrer na outra unidade do Bonfim, voltada ao ensino médio, e às voltadas para curso pré-vestibular, no Iguatemi e na Pituba. 

O presidente do Sindicato dos Lojistas do Estado da Bahia (Sindlojas), Paulo Mota, disse que será formado entre os lojistas um sistema de uso de táxis e de ônibus de lojas maiores para transportar trabalhadores. “As empresas que tiverem ônibus vão pegar também trabalhadores de lojas vizinhas.  Não será possível garantir que todos compareçam ao trabalho, pois boa parte precisa pegar duas ou três conduções ao trabalho. Pelo menos 70% dos comerciários queremos garantir nas lojas”, disse Mota. 

Fontes:  Jornal ATARDE
Visite o site: http://www.atardeonline.com.br/

 Comentem!

Um comentário:

  1. TODOS OS ANOS É A MESMA COISA NA ULTIMA O ASSEMBLEIA PRES.MANUEL MACHADO SE BLINDA COM SEGURANÇAS NOS FORÇA A ACEITAR GUELA ABAIXO
    O PERCENTUAL QUE SÓ CONTEMPLA A INFLAÇÃO.
    A IMPRENSA E O MP DEVE ACOMPANHAR DE PERTO. A ARRECARDAÇÃO DO SINDICATO DOS RODOVIARIOS É DE 2,7 MILHÕES POR MES. NÃO TEMOS UMA SEDE PROPRIA,NÃO TEMOS UM CLUBE E MUITO MENOS PRESTAÇÃO DE CONTAS.
    PARA ONDE VAI O DINHEIRO?
    ELES INDICAM E DEMITEM NAS GARAGENS. QUEM VAI ENFRENTA LOS?
    21 de maio de 2011 01:16

    ResponderExcluir