quarta-feira, 23 de novembro de 2011

News Room - No Recife, Programa "Gentileza Faz a Diferença" estimula atitudes gentis dentro dos ônibus

 No Recife, Programa "Gentileza Faz a Diferença" estimula atitudes gentis dentro dos ônibus

Você já deve ter visto algum jovem ocupando um assento reservado para idosos e pessoas com deficiência no ônibus. A partir de inúmeras reclamações sobre esse tipo de postura, o Consórcio resolveu promover ações educativas em dez escolas públicas do Recife e Jaboatão dos Guararapes. Intitulada "Grande Recife na volta às aulas", a iniciativa teve como foco o usuário adolescente, de 14 a 20 anos, e foi realizada no decorrer de agosto.


Dando continuidade à ação "Gentileza Faz a Diferença", que contempla temáticas como os direitos e deveres dos usuários e dos motoristas, o Grande Recife foi às escolas. A iniciativa visa, sobretudo, difundir o respeito aos assentos reservados para idosos, gestantes, pessoas com deficiência e obesos.


As visitas tiveram duração média de 90 minutos e contaram com a participação de uma equipe de educação do Consórcio e artistas educadores.


Inicialmente, os alunos receberam uma explanação sobre as atribuições do órgão gestor do transporte público na Região Metropolitana do Recife. Em seguida, uma peça com o tema da campanha "Gentileza Faz a Diferença" foi encenada. Ao final, os estudantes apresentaram suas dúvidas e observações sobre o assunto.


A gerente de Relacionamento do Grande Recife, Fernanda Gouvêa, citou a importância de obedecer à ordem das filas, não jogar lixo no chão, utilizar fone de ouvido e não fumar nos terminais de integração nem dentro dos coletivos. “A gentileza é uma via de mão dupla e ser respeitado é o reflexo de respeitar o outro. Não apenas os idosos e pessoas com deficiência, mas todos os usuários merecem um ambiente limpo, sem um som indesejado e aquele cheiro desagradável de fumaça”, declara.


Fernanda Gouvêa justificou a escolha dessas instituições de ensino com o fato delas atenderem a estudantes de diferentes cidades da RMR, o que deve facilitar a disseminação dessa ideia educativa. “Estamos em processo de análise, mas nosso desejo é permanecer com a ação nos terminais de integração e em mais escolas”, acrescentou.


APROVAÇÃO


A diretora da Escola Estadual Joaquim Nabuco, Izabel do Espírito Santo, destaca a importância da iniciativa para a construção de uma sociedade mais responsável. “Utilizo o transporte público e percebo a falta de cordialidade dos passageiros ou até do próprio motorista. Esse diálogo com os usuários é fundamental e ajuda a evitar atos de desrespeito”, afirma.


Ales Azevedo, 17 anos, é aluno da Joaquim Nabuco e acompanhou o evento. Para o estudante, respeitar os assentos exclusivos é questão de bom senso. “Mesmo quando estou no assento comum e vejo alguém de mais idade em pé, dou meu lugar, pois, se viver muitos anos, também serei idoso um dia”, ressalta.
Para informações, sugestões, reclamações ou elogios sobre a “Gentileza Faz a Diferença”, as pessoas podem telefonar para a central de atendimento, pelo 0800.0810158.
 
Fontes: Meu transporte / Informações do GRCT

Nenhum comentário:

Postar um comentário