sexta-feira, 18 de novembro de 2011

News Room - PE: Recife: Corredores de ônibus Norte-Sul e o Leste-Oeste vão enfim sair do papel

Recife: Corredores de ônibus Norte-Sul e o Leste-Oeste vão enfim sair do papel

Os corredores viários Norte-Sul e o Leste-Oeste parecem que, enfim, vão sair do papel. Ontem foram assinadas as ordens de serviço para a construção das duas obras que prometem melhorar a mobilidade urbana na Região metropolitana do Recife (RMR). Com essa iniciativa vão ser beneficiadas cerca de 335 mil pessoas por dia, todas usuárias do sistema de transporte público de passageiros. Os projetos estão orçados em quase R$ 300 milhões e devem ficar prontos em 18 meses. Com a conclusão dos serviços, além da diminuição dos congestionamentos, estima-se que os passageiros conseguirão poupar tempo, já que completarão seus percursos mais rapidamente.

De acordo com o secretário das Cidades, Danilo Cabral, a assinatura das ordens de serviço fecha um ciclo do Programa Estadual de Mobilidade (Promob), que faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Copa do Mundo de 2014. Além dos corredores, fazem parte desse projeto o acesso à Cidade da Copa e a construção do Terminal Integrado (TI) Cosme e Damião, na divisa entre Recife e São Lourenço da Mata, que receberam a autorização para serem feitas, respectivamente, em 1º e 21 de outubro deste ano. “Estamos dando a solução para os problemas na velocidade que a população merece”, disse Cabral.
 
O corredor Leste-Oeste, que vai da praça do Derby até o TI de Camaragibe, terá as obras iniciadas no próximo dia 17 de dezembro, com a requalificação da avenida Caxangá, na altura do Caxangá Golf Club. Nesse percurso de quase 13 quilômetros serão investidos R$ 145 milhões. Além das 22 estações, que serão os novos pontos de embarque e desembarque de passageiros, serão feitos na via elevados e até um túnel, na praça João Alfredo, ao lado do Museu da Abolição.
Essas intervenções têm como objetivo garantir a fluidez do trânsito, já que naquela área, com a conclusão do serviço, devem circular diariamente 155 mil usuários do transporte público.

Já o corredor Norte-Sul, que irá passar pelos municípios de Igarassu, Abreu e Lima, Paulista, Olinda e Recife, deve começar a ser feito na primeira semana de janeiro de 2012 e custará R$ 151 milhões. Essa via terá início no Terminal Integrado de Igarassu e seguirá até a Estação Central do Metrô, no Recife, passando pela PE-15, pelo Complexo de Salgadinho, em Olinda, e avenida Cruz Cabugá. Por esse trecho, que terá 33 quilômetros e contará com 33 estações de passageiros, devem circular mais de 180 mil pessoas.

Para Eduardo Campos, a construção dos corredores vai contribuir com a qualidade de vida dos pernambucanos. “Estamos qualificando o transporte público. O fato de conseguirmos reduzir em 30 minutos a permanência de uma pessoa dentro de um ônibus no trecho Leste-Oeste, por exemplo, significa que o trabalhador terá economizado um dia de seu tempo ao final do mês. Isso melhora seu bem-estar. Por trás da Copa de 2014, existe a intenção de melhorar a vida dos cidadãos”, explicou o governador.

Fontes: Folha PE


Nenhum comentário:

Postar um comentário