quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

News Room - Engarrafamento de gente na corrida das compras de Natal



Engarrafamento de gente na corrida das compras de Natal
 
Em consequência do  período de festas, um grande congestionamento atingiu na tarde desta terça, 20, a região das Avenidas ACM e Tancredo Neves. O alto fluxo de veículos  por estas avenidas causou transtorno para quem seguia para o trabalho e para quem ia em direção aos shoppings da região. Após ações da Transalvador para melhorar a fluidez do trânsito, a situação  se normalizou a partir das 17h.

O motivo do sufoco enfrentado por passageiros e motorista, segundo o superintendente da Transalvador,  Alberto Godilho,  são as festas de fim de ano. “Esse período propicia o aumento do número de carros que circulam nas regiões de compras, gerando esse congestionamento que se espalhou pela cidade”, explicou.


Outra razão do congestionamento ter se concentrado na Avenida Tancredo Neves foi o estacionamento do Salvador Shopping, localizado na região,  com capacidade para seis mil vagas, estar lotado.

Mais de uma hora foi o tempo que Antônio Freitas, 42 anos, enfrentou para se deslocar de carro do início da Avenida ACM (imediações do entrocamento da Bonocô) até a Avenida Tancredo Neves. “Tinha uma reunião às 15 horas, mas o engarrafamento prejudicou meus compromissos”, disse.

O engenheiro e especialista em tráfego urbano, Hernani Oliveira disse à reportagem de A TARDE que a causa para o congestionamento é o que ele chama de “princípio de vazo comunicante”.

Segundo ele, as vias de trânsito de Salvador são como um corpo humano que têm suas veias fechadas. “A capacidade das vias já está há muito tempo saturada e com isso o trânsito fica caótico”, destacou.

Passarela travou - Gritaria, empurra-empurra e muita confusão foram registradas  na Passarela de ligação Iguatemi/Rodoviária, por volta das 17 horas. A movimentação intensa de pessoas, nos dois sentidos, travou a tal ponto a passagem que acabou forçando dezenas de pedestres a parar no centro da passarela, esperando diminuir o fluxo de pessoas aos poucos para seguir adiante.


Riscos - Quem vinha mais atrás e ainda estava livre do bolo de gente, preferiu voltar e aguardar diminuir o número de pessoas. A cena atraiu a atenção de curiosos. Boa parte deles formada por taxistas que trabalham em frente ao Iguatemi. Um grupo deles disse que o congestionamento humano vem ocorrendo esta semana, com a aproximação do Natal e a corrida às compras.

Alguns dos profissionais confessaram temer que o peso, concentrado em um mesmo lugar, durante vários minutos, possa provocar algo mais sério. O exemplo dado por eles foi de uma pessoa entrar em pânico com a confusão ou mesmo que o tumulto Facilite a ação de ladrões.

Fontes: A tadre oline
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário