quarta-feira, 25 de abril de 2012

News Room: Belo Horizonte vai receber R$ 3,1 bilhões para metrô e terminais de ônibus


Belo Horizonte vai receber R$ 3,1 bilhões para metrô e terminais de ônibus

 A presidente Dilma Rousseff anunciou, nesta terça-feira, R$ 3,1 bilhões - R$ 1 bilhão virá do Orçamento Geral da União (OGU), R$ 1,1 bilhão de financiamento e mais cerca de R$ 1 bilhão dos governos estadual, municipal e iniciativa privada -, para obras de infraestrutura viária em Belo Horizonte, previstos no PAC da Mobilidade. A verba será empregada na implantação da rede de metrô na Região Metropolitana, para o Complexo da Lagoinha e para a implantação de Terminais Metropolitanos de Integração, segundo o Ministério das Cidades.

Ainda de acordo com a pasta, o governo vai liberar, ao todo, R$ 32 bilhões para 19 estados do país, para obras de metrô, corredores de ônibus e Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), especialmente nas capitais. No entanto, será preciso que os estados e municípios beneficiados apresentem projetos à União e, depois de aprovados, o prazo de entrega será de até 18 meses. “Uma das grandes contribuições do PAC Mobilidade foi que nós reaprendemos a atuar em parceria de forma republicana, nos relacionando como líderes que foram escolhidos pelo povo brasileiro para resolver os grandes problemas do país”, disse Dilma.
O governador de Minas, Antônio Anastasia (PSDB) e o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), acompanharam o anúncio dos recursos pela presidente Dilma. Durante a solenidade, Anastasia ressaltou que o metrô é um “sonho” para os mineiros. “Esse é mais um passo importante para ampliação e modernização do metrô da nossa capital. É um resgate histórico com a Região Metropolitana de Belo Horizonte, que carece cada vez mais de um transporte coletivo eficiente e que atenda às demandas do cidadão. Essa parceria vai garantir um transporte coletivo de mais qualidade e o metrô tão sonhado pelos mineiros”, disse.

Conforme o Ministério das Cidades, o programa vai atender os municípios com mais de 700 mil habitantes, em 18 estados,  melhorando as condições de transporte. O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, disse nesta terça-feira que os recursos para os projetos do PAC 2 Mobilidade Grandes Cidades vão reduzir em um mês por ano o tempo que os brasileiros perdem no trânsito, nas localidades contempladas. "Vamos reduzir o trajeto de quatro horas para uma hora: são 3 horas a menos por dia, 15 horas por semana, quase três dias a menos de trânsito por mês. O programa vai devolver um mês por ano de vida (fora do trânsito) ao cidadão", disse durante discurso na cerimônia do PAC 2 Mobilidade, que ocorre no Palácio do Planalto.

Além do ministro Aguinaldo Ribeiro, participaram do evento a presidente Dilma Rousseff; o vice-presidente Michel Temer; a presidente em exercício do Senado, Marta Suplicy (PT-SP); o presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), em as ministras da Casa Civil, Gleisi Hoffmann; e do Planejamento, Miriam Belchior, além do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda e do governador de Minas, Antônio Anastasia.

Fontes: Estado de Minas
 
 




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário