terça-feira, 15 de maio de 2012

NEWS ROOM: Campinas pode ter greve de ônibus nesta quarta-feira


Campinas pode ter greve de ônibus nesta quarta-feira

 Os motoristas e cobradores de ônibus do transporte público de Campinas (SP) prometem entrar em greve à 0h nesta quarta-feira (16). O comunicado feito pelo Sindicato dos Rodoviários de Campinas e Região foi publicado em um jornal da cidade na edição de domingo (13). O Sistema InterCamp possui 202 linhas, que atendem cerca de 676 mil passageiros diariamente. A Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) informou que ficou surpreendida com o anúncio porque as empresas estão em processo de negociação com o sindicato e que a data-base da categoria é 1º de maio.

 As concessionárias que podem ter funcionários em greve são a VB Transportes e Turismo, Itajaí Transportes Coletivos, Coletivos Pádova, Expresso Campibus e Onicamp Transporte Coletivo. Em nota, a Transurc alega que "a convocação de uma greve, sem se esgotar o processo de negociação, é uma demonstração clara de que os usuários do transporte, os funcionários e as empresas estão sendo prejudicados, mais uma vez, por uma disputa político-sindical envolvendo a atual diretoria do Sindicato dos Rodoviários e dissidentes descontentes".


Desde a semana passada, motoristas e cobradores de empresas de Campinas e região paralisaram as atividades por impasses com o sindicato e também com os supervidores.

Nesta terça-feira (15), passageiros que usam os ônibus da VB3 foram prejudicados por uma paralisação que afetou 160 mil pessoas.  O protesto teve início após uma confusão que terminou em agressão entre um funcionário e representantes do sindicato, de acordo com a empresa. O sindicato nega que houve confronto e alega que esteve na garagem da concessionária para informar sobre a greve desta quarta-feira.

A Transurc defende que os sindicalistas manipularam informações para, com essa prática, usar a categoria como massa de manobra e informa que "tomarão todas as medidas cabíveis para que as pessoas que dependem do transporte público não sejam novamente vítimas nesse processo de embate entre sindicalistas".

Plano emergencial
Para minimizar os transtornos à população, a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) montou um plano emergencial caso motoristas e cobradores do Sistema InterCamp entrem em greve. A Emdec informou que solicitou ao sindicato da categoria que mantenha um quantitativo da frota em operação, por considerar que o transporte público seja um serviço essencial.

Caso ocorra a greve, os veículos que atuam no Corujão, serviço de transporte público realizado durante a madrugada, também poderão circular durante o dia. Ainda haverá um remanejamento na frota do transporte alternativo, para que ela possa operar as principais linhas das quatro áreas operacionais.

Na área Central do município haverá dois pontos de referência para os usuários do transporte público coletivo: os terminais Central e Mercado. Os veículos sairão desses locais em direção aos principais eixos da cidade: Amoreiras, John Boyd Dunlop, Prestes Maia, Santos Dumont, Amarais, Barão Geraldo e Sousas, após circularem o Centro. Caso necessário, serão criados comboios de ônibus, escoltados pela Guarda Municipal ou Polícia Militar, para evitar qualquer ato de vandalismo que coloque em risco a segurança de operadores e usuários. Os terminais urbanos nos bairros permanecerão fechados, durante a paralisação, para evitar depredações.

As dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone da Emdec no (19) 3772-1517. As informações serão atualizadas de hora em hora, pelo Centro de Controle Operacional e monitoramento realizado pelas câmeras da Central Integrada de Monitoramento (CIMCamp). A consulta de todas as informações também poderá ser realizada pelo site da Emdec.

Sistema InterCamp
O Sistema InterCamp é divido em quatro áreas de atuação. A Área 1 (Azul Claro) atende as regiões do Ouro Verde, Vila União e Corredor Amoreiras. A Área 2 (Vermelha), as regiões do Campo Grande, Padre Anchieta e Corredor John Boyd Dunlop. A Área 3 ( Verde) atende Amarais, Barão Geraldo, Sousas, Rodovia Campinas - Mogi Mirim e o Corredor Abolição. E a Área 4 (Azul Escuro) as regiões do Aeroporto de Viracopos, Nova Europa e Santos Dumont.
Fontes: G1 SP
 
 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário