sexta-feira, 21 de março de 2014

NEWS ROOM BA: RESUMO DA SEMANA


RESUMO DA SEMANA

ANUNCIADO R$ 1,3 BILHÃO PARA MOBILIDADE URBANA EM SALVADOR

O governador Jaques Wagner (PT) garantiu presentear Salvador com novidade no quesito mobilidade urbana. O pacote anunciado ocorre em comemoração ao aniversário de 465 anos de fundação da capital do estado, que acontece no próximo dia 29. Durante entrevista no seu programa de rádio semanal, Conversa com o Governador, o petista destacou que liberará R$ 1,3 bi em obras. As intervenções do estado vão girar em torno dos bairros populares, como a construção de vias de acesso a pontos estratégicos, a exemplo da Orla à Av. Suburbana, além de investimentos no metrô soteropolitano.

“Em primeiro lugar, eu quero deixar, desde já, meus parabéns a todos os soteropolitanos por mais um aniversário de nossa querida capital. Vamos assinar ordem de serviço para dois corredores transversais fundamentais, que vão ligar a Suburbana e a BR-324 até a Orla Atlântica, com um prazo de três anos de execução. O primeiro vai ter treze quilômetros, que vai ligar a nossa Orla até a Avenida Suburbana, no trecho Lobato, passando pelo Alto do Cabrito, pela Capelinha e Pirajá, fazendo a interligação da Pinto de Aguiar com a Gal Costa. Então, só para você ter uma ideia da dimensão dessa obra, alguém poderá sair da Suburbana, na altura do Lobato, e vim chegar aqui em Patamares, através da Pinto de Aguiar, na praia, na orla de Salvador”, anunciou. 

A mobilidade norteou a campanha municipal de Salvador em 2012 e a ideia de Wagner é de se aproximar da capital, tida pela oposição como abandonada pelo petista, para assim poder melhorar sua imagem junto a Salvador e conseguir angariar votos ao seu candidato à sucessão, o secretário da Casa Civil, Rui Costa (PT).
Além dos novos corredores, o governador cantou a pedra de quando o metrô começa a circular: junho deste ano. O chefe do Executivo baiano disse acreditar que a ampliação do itinerário deverá sair até 2015. Ele também lembrou das obras que acontecem na região da Paralela.
“E temos também outras obras de mobilidade – o próprio metrô – que roda agora 11, 12 de junho no seu primeiro trecho, que sai da Lapa até o Retiro e depois do Retiro, logo em seguida, vamos completá-lo até Pirajá, previsto já para janeiro de 2015, e finalmente a conclusão de toda a linha 2 para abril de 2017. Além disso, todo o povo de Salvador está vendo aí a obra do governo do Estado – o Complexo Viário Imbui– Narandiba, que são dois grandes viadutos, 60% da obra já está executada. Eu espero entregá-la em julho de 2014, além da Pinto de Aguiar que a gente está fazendo também toda a duplicação com seis pistas, sendo duas para transporte exclusivo coletivo e BRT, e 50% da obra já está pronta, e devemos entregar em junho de 2014”, disse.
 

O petista finaliza o programa avaliando que “são obras extremamente importantes, e quando todas elas estiverem concluídas – algumas já vão ser entregues agora – o conjunto delas mais o metrô, eu não tenho dúvida que o governo do Estado estará dando o maior dos presentes a Salvador”.





por Victor Pinto
Informações: Tribuna da Bahia



GOVERNO DA BAHIA ANTECIPA A DATA DE TESTE DO METRÔ
 
O secretário  da Casa Civil e pré-candidato do PT ao governo estadual, Rui Costa, informou nesta sexta-feira, 14, que a operação assistida do metrô de Salvador será iniciada no dia 11 de junho, e não 13, como  previsto anteriormente.
 
O anúncio foi feito durante oficialização do apoio do PTB à candidatura deCosta, no Hotel Matiz,  Costa Azul. O motivo de se fixar uma nova data não foi declarado, mas especula-se que talvez tenha sido para evitar o risco de azar da sexta-feira, 13 (data em que o sistema seria inaugurado).

Além de antecipar  o começo da fase de testes do metrô, o titular da Casa Civil lembrou o cronograma. A operação assistida irá até setembro, no trecho Lapa-Retiro. A partir daí, será iniciada a  comercial. Em janeiro de 2015, o modal irá da Lapa à Estação Pirajá, conforme o petista.

Obras
A máquina que faz a manutenção dos trilhos  do metrô de Salvador, no trecho da linha 1 (Lapa-Acesso Norte), começou a ser preparada na última quarta-feira. O trabalho de esmerilhamento  deve durar 50 dias.

No último dia 7, por conta da chegada do equipamento, foi necessário  deslocar os seis trens que estavam na estação Acesso Norte.

De acordo com  a concessionária CCR Metrô Bahia, responsável pelas intervenções, também estão sendo realizadas a conclusão da via permanente (Lapa/Retiro), com o posicionamento de lajes, dormentes e trilhos,  a construção da estação de Retiro, além da construção do Terminal de Integração no mesmo bairro, subestação de rebaixamento de energia, revitalização do trecho  Lapa- -Acesso Norte e dos trens.

Obras complementares como recuperação da rede elétrica do sistema e melhorias no sistema de drenagem das áreas das estações da Lapa e do Campo da Pólvora também estão em andamento.

Na Linha 2 (que ligará a  capital a Lauro de Freitas), são feitas sondagem do terreno, medição do tipo do solo e   resistência às  intervenções, além de medição topográfica da   área onde será construída a linha. Esta etapa só fica pronta no primeiro semestre de 2017, segundo a CCR.

O  contrato dos governos federal e da Bahia com o Grupo CCR para a construção do Sistema Metroviário foi assinado em outubro e as obras, orçadas em R$ 750 milhões,  tiveram  início em novembro.

Para viabilizar as obras, a Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador) autorizou, via portaria publicada na última segunda-feira, no  Diário Oficial do Município, a interdição de trechos da avenida Barros Reis. A mudança no trânsito  segue até o dia 27.


Por Priscila Machado
Informações: A Tarde Online
 
 
 
 

 





Nenhum comentário:

Postar um comentário