terça-feira, 19 de agosto de 2014

NEWS ROOM BA: RESUMO DE NOTICIAS DOS TRANSPORTE E MOBILIDADE URBANA DE SALVADOR E REGIÃO



FROTA DE MICRO-ÔNIBUS DA STEC DE SALVADOR É RENOVADA




O Subsistema de Transporte Especial Complementar de Salvador (Stec) recebeu na terça-feira 66 dos 300 novos micro-ônibus que irão substituir veículos antigos até o final deste ano.
 

A nova frota, apresentada pelo prefeito ACM Neto, ontem pela manhã, no estacionamento São Raimundo, nos Barris, começa a circular em até cinco dias.

O valor da passagem será o cobrado atualmente: R$ 2,80, porém os veículos não integram a compensação tarifária do bilhete único para usuários do Salvador Card.

Os ônibus adquiridos pela Cooperativa dos Permissionários do Subsistema de Transporte Especial Complementar de Salvador (Coopstecs) foram viabilizados pela prefeitura municipal, que facilitou um empréstimo com juros reduzidos.

A cooperativa, que é responsável por 10% das demandas de transporte público na capital baiana, conta com uma carência de seis meses no financiamento. O pagamento será realizado mensalmente pelos cooperados.

O sistema complementar dispõe de 300 veículos, que fazem o transporte de 120 mil passageiros por dia e suprem áreas periféricas de Salvador, como Cajazeiras, Castelo Branco, Narandiba, São Cristóvão e a região suburbana.

 

Diferencial  
Com ônibus adaptados para portadores de deficiência e com sistema de ventilação forçada - para renovação do ar -, a nova frota oferecerá mais conforto aos passageiros, em comparação aos antigos. Além disso, possuem motores Euro V, que produzem menos poluentes atmosféricos.

"Isso é uma conquista para nós, é um equipamento com mais robustez, economia, segurança e acessibilidade" diz Pedro Miranda, presidente da (Coopstecs). A expectativa é que estes veículos possam circular dentro de áreas com maior dificuldade de acesso, onde os transportes públicos convencionais não chegam devido à estrutura local, como becos e ruas mais estreitas.

A autônoma Lidiane Maria, 23, acredita que os novos micro-ônibus têm realmente as características prometidas, com mais segurança e comodidade para os moradores do subúrbio ferroviário da capital baiana.

"Os ônibus fazem muitas voltas para chegar a um ponto do bairro, isso torna a viagem cansativa, principalmente para quem tem horário para chegar ou sair", afirma Lidiane. Durante a solenidade de entrega, o prefeito ACM Neto anunciou que, até o final do ano, 100% dos veículos serão totalmente substituídos como parte do compromisso com a melhoria da qualidade do transporte público.

 Fotografia: Leandro Matos




Fontes: A Tarde Online

BILHETE ÚNICO NOS ÔNIBUS DE SALVADOR SERÁ VÁLIDO POR 3 HORAS

Após a finalização do processo de licitação do transporte coletivo em Salvador, a população vai poder contar com a terceira etapa do programa Bilhete Único, que possibilita aos cidadãos pagar apenas o valor de uma passagem ao utilizar dois ônibus em um intervalo de tempo.

Com o novo sistema de transporte, o tempo para utilização do benefício será ampliado de duas para três horas, resultando assim em maior economia e melhor locomoção dos usuários pela cidade.
De acordo com o subsecretário municipal de Urbanismo e Transportes (Semut), Orlando Santos, a medida só será possível após a reformulação geral do sistema de transporte coletivo, previsto na licitação.


“A ampliação do benefício de duas para três horas tem um impacto grande, pois aumenta o número de viagens e reduz a arrecadação. Para evitar essa perda, é necessário que o sistema atual, que é extremamente defasado, seja racionalizado tanto nas linhas, como nos trajetos e tempo de viagem. Essa racionalização é uma das exigências presentes no edital de licitação, que prevê ainda a integração com outros modais, a exemplo do metrô”, explica.

 

Balanço

Os programas Bilhete Único e Domingo é Meia, implantados pela Prefeitura em 2013, totalizaram mais de 25 milhões e 54 milhões de passagens, respectivamente. Os dois projetos, coordenados pela Semut, visam reduzir os custos com transporte dos usuários do sistema e já trouxeram muitas mudanças desde a implantação.

O benefício do Bilhete Único foi implantado em duas etapas. A primeira contemplou quem se desloca de uma das regiões da cidade para outra: Subúrbio, Orla, Itapagipe e Centro. Quem precisava passar de uma região para outra pagava R$2,80 ao pegar dois ônibus no intervalo de duas horas.


Na segunda etapa, em vigor atualmente, os usuários passam a pagar uma única tarifa de R$2,80 ao pegar dois ônibus independentemente da região, dentro de um período de duas horas. A medida vale para quem utiliza o Salvador Card, que corresponde aos cartões para estudantes, trabalhadores que recebem vale-transporte e proprietários do cartão para bilhete avulso.


A terceira etapa, que amplia o intervalo de tempo do benefício de duas para três horas, será implantada após a conclusão da licitação do transporte coletivo, no prazo máximo de um ano. A partir do programa, o número de viagens de integração já passou para três milhões por mês, com tarifa zero na segunda passagem no intervalo de duas horas.
 

Já o Domingo é Meia, que também aceita pagamento em dinheiro, foi implantado em março de 2013 com expectativa de beneficiar 450 mil usuários do transporte coletivo. Nesse caso, usuários do cartão avulso e aqueles que utilizam dinheiro passaram a pagar, aos domingos, apenas R$1,40 pela passagem. Ou seja, uma economia de 50% em comparação com o valor da tarifa convencional.



Fontes: Tribuna da Bahia  

METRÔ D SALVADOR: ESTAÇÃO DO RETIRO TEM SUA INAUGURAÇÃO ADIADA



Prevista para estar à disposição do público no final do mês de julho, a inauguração da estação de metrô do Retiro, em Salvador, foi adiada e só deve ocorrer o até o final do mês de agosto, ainda sem data definida.


O adiamento do prazo, ainda conforme à empresa, também está relacionado a algumas melhorias no acabamento e limpeza do transporte. Sobre uma obra que ainda é perceptível ao lado da estação, a CCR explicou que se trata da construção do Terminal de Integração Retiro, estação de ônibus integrada ao metrô. A previsão da empresa é de que o espaço inicie a operação em setembro, quando o metrô começa a circular comercialmente.

Conforme a CCR, o metrô irá circular gratuitamente, em operação assistida, até o dia 14 de setembro. A partir do dia 15, o transporte começa a operar comercialmente, das 5h a meia-noite. A empresa relata que o valor cobrado pelo serviço, que deve ser fixado pelo Estado, ainda não foi definido.

Com a conclusão da Estação do Retiro, o Estado encerra a construção da primeira etapa da Linha 1 do metrô, que tem 7,3 quilômetros. Após o encerramento desta fase, a CRR informa que dará prosseguimento à construção das estações Bom Juá e Pirajá, que devem ficar prontas até janeiro de 2015.

Funcionamento
Ainda em fase de operação assistida, sob funcionamento gratuito, o metrô de Salvador teve o horário de circulação ampliado em uma hora na sexta-feira (1º).

De acordo com a CCR, o veículo passou a ficar à disposição do público das 9h às 16h. Durante o mês de julho, o metrô funcionou das 10h às 16h.

O novo horário é válido até o dia 31 de agosto. Conforme calendário divulgado pela concessionária, o horário de funcionamento será novamente ampliado entre os dias 1º e 14 de setembro, quando o veículo deve circular das 8h às 16h.

Após 14 anos de construção, o metrô de Salvador começou a circular no dia 11 de junho, em um trajeto de 5,6 quilômetros que passa pelas estações da Lapa, Campo da Pólvora, Brotas e Acesso Norte.





Fontes: Henrique Mendes
Do G1 BA


FERRIES GREGOS JÁ ESTÃO EM SALVADOR E PODEM COMEÇAR
OPERAR EM 20 DIAS

Ferries apresentam marcas de ferrugem. Embarcações passarão por testes e treinos, mas podem começar a operar em breve
Foi um parto: mais de nove meses de espera e, finalmente, ontem, os baianos puderam comemorar a chegada dos novos ferries gregos que irão compor o sistema de travessia entre Salvador e a Ilha de Itaparica. Vieram com um jeitão de autêntico “presente de grego”, com ferrugens aparentes, como quem já tinha anos de rodagem, mas a garantia do governo do estado é de que são novinhos em folha e já começam a ser utilizados dentro de 20 dias.

 Ferries apresentam marcas de ferrugem e vão para o estaleiro
(Foto: Almiro Lopes)

Quem chegou mais rápido foi justamente a embarcação que homenageia o compositor que tinha a preguiça como um dos traços da personalidade: Dorival Caymmi. Ele deu o ar da graça antes do Zumbi dos Palmares, nome do segundo novo ferry. As duas embarcações juntas vão comportar cerca de 350 veículos e até 3.100 passageiros.

Antes de começar a rodar, ainda serão nacionalizadas (a documentação será apresentada à Marinha) e irão passar por vistorias. Após isso, começam as operação assistidas, que vão  durar 120 dias  – uma tripulação grega irá orientar os tripulantes locais.

  Previsto para o Verão passado, o ferry boat Dorival Caymmi demorou, mas chegou para fazer a travessia Salvador-Itaparica. Veio da Grécia, junto com o ferry Zumbi dos Palmares
(Foto: Almiro Lopes)


“Serão quatro meses que a tripulação (estrangeira) vai ficar trabalhando com as tripulações brasileiras, para não ter problema nenhum, já que são equipamentos novos. Não oferece nenhum risco à população”, afirma Eduardo Pessôa, diretor executivo da Agerba, confirmando que o transporte poderá ser utilizado já em setembro.

Serão três inspeções: controle dos portos, vistoria aduaneira, realizada pela Receita Federal, e da vigilância sanitária, a ser feita pela Anvisa. Os barcos mais rápidos e modernos devem fazer a travessia em apenas 35 minutos, 10 a menos do que os ferries que navegam mais rápido hoje, o Anna Nery e o Ivete Sangalo. Como o Dorival e o Zumbi também são maiores, os terminais precisaram passar por adaptações, que já foram concluídas.

 Com algumas ferrugens aparentes, assim como o Dorival Caymmi, o Zumbi dos Palmares atracou depois
(Foto: Almiro Lopes)

Durante a fase assistida, as embarcações já estarão sob responsabilidade da Internacional Marítima, empresa que opera o sistema atualmente. Para o governador Jaques Wagner, a rapidez das novas embarcações vai contribuir quando houver maior demanda do sistema, como nos feriados.

“São ferries maiores, mais rápidos, melhor para passageiros e veículos”, afirmou. Segundo o governador, os novos ferries vão oferecer melhores condições até que a ponte Salvador-Itaparica fique pronta. “Vamos ter uma condição bem melhor até que a saída definitiva aconteça, que é a ponte, uma obra que deve ficar pronta em 2018”.

 
Fontes original: Correio 24h 


VIADUTO DO COMPLEXO DO IMBUÍ É ABERTO PARA TRAFEGO

O novo viaduto possui 380 metros de extensão e duas faixas no mesmo sentido 

 Foto: Manu Dias/GOVBA

Segundo a Transalvador o trecho tem fluxo médio de 800 veículos/hora. A inauguração será feita pelo governador Jaques Wagner, às 8h30. O novo viaduto possui 380 metros de extensão e duas faixas no mesmo sentido. 

A via marginal que liga a descida do viaduto da Av. Luís Eduardo Magalhães à entrada do Imbuí também será inaugurada. Com três faixas, a via já será entregue com sinalização vertical e horizontal, de acordo com o governo. 

O viaduto de Narandiba, que faz parte do complexo, foi entregue no início de julho. O sistema viário ficará pronto com a inauguração do viaduto que liga a Avenida Paralela ao Imbuí, que está em obras e tem expectativa de ser concluído em setembro.

Durante a cerimônia de inauguração do viaduto e da via marginal, o governador da Bahia anunciou novos investimentos para o local.
Em frente ao Condomínio Amazonas será construída a Praça Multiuso, espaço de lazer com opções de esporte e lazer infantil, além de intervenções de acessibilidade para pedestres e ciclistas, paisagismo, iluminação cênica e estacionamento.






Fontes: Correio 24h / Governo da Bahia


 






















Nenhum comentário:

Postar um comentário