domingo, 26 de outubro de 2014

ELEIÇÕES 2014 2° TURNO: RESUMO DAS ELEIÇÕES PELO BRASIL


 RESUMO DAS ELEIÇÕES PELO BRASIL


ELEITOR COLA TECLA DE URNA EM GOIÁS E É PROCURADO PELA POLÍCIA FEDERAL

O fato só foi percebido pelo eleitor seguinte, ao entrar na cabine de votação

 O eleitor já foi identificado e está sendo procurado pela Polícia Federal (Foto: Divulgação/TRE de Goiás)


De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Goiás, o eleitor que colou a tecla da urna já foi identificado e está sendo procurado pela Polícia Federal por prática de crime eleitoral.

Além disso, o presidente de uma das seções na Pontifícia Universidade Católica de Goiás, na capital do estado, foi preso esta manhã. Ele deveria estar no local por volta das 7h40, e só chegou às 11h para trabalhar. De acordo com o TRE, um juiz estava no local e mandou prender o presidente da sessão. Outro mesário o substituiu como presidente da seção e um eleitor que estava no local foi convocado para ocupar o posto de mesário.

Até o momento, quatro prisões foram registradas no estado, conforme informações do TRE. Além dessa prisão, em Goiânia, outra foi registrada no município de Jaraguá e outras duas no município de Minaçu.



CONHEÇAS AS PROPOSTAS DE AÉCIO NEVES E DILMA ROUSSEFF CASO ASSUMAM A PRESIDÊNCIA DO BRASIL

Candidatos disputam segundo turno das eleições neste domingo (26)

Neste domingo (26) ocorre em todo o Brasil as eleições que definirão quem será o novo presidente da república. A candidata à reeleição Dilma Rousseff, do PT, disputa com o candidato Aécio Neves, do PSDB, em uma eleição que promete ser bastante acirrada.
Confira algumas propostas dos dois candidatos, caso assumam o cargo.
 
Conheça as propostas de Aécio Neves para o Brasil


Candidato à presidência neste segundo turno de eleições, Aécio Neves (PSDB) elaborou um plano de governo com propostas e promessas para os mais variados problemas do país. Pautadas, principalmente, nas alterações no sistema prisional, como a redução da maioridade penal para 16 anos; na manutenção e aprimoramento do Bolsa Família e na redução de impostos, as propostas do presidenciável vão de A a Z e o iBahia separou algumas para você decidir se compactua ou não com a visão de futuro do tucano para o Brasil antes de ir às urnas.

Foto: AFP

Mulheres
Construir seis mil creches e ampliar o número de delegacias especializadas em crimes contra as mulheres.

Saúde da mulher
Ampliar o número de maternidades e de leitos de UTI neonatal, além de fortalecer o Programa de Saúde da Família em todo o país.

Professores
Incentivar a escolha da carreira do magistério, como bolsas para formação inicial, e ampliar progressivamente a jornada para 40 horas garantindo as horas-atividade.

Previdência social
Enfrentar de forma cidadã o déficit da Previdência, assegurando todos os direitos dos aposentados e pensionistas.

Combate à pobreza e a fome
Mapear os territórios mais vulneráveis do Brasil para implantar o projeto Áreas Livres de Pobreza.

Defesa da concorrência
Implantar medidas para coibir a formação de cartel em setores do mercado, como a instituição de multas pesadas e o monitoramento constante.

Turismo
Incentivar o desenvolvimento da infraestrutura turística, a gestão de unidades de conservação e a promoção do turismo de eventos esportivos, culturais e de negócios.

Exportações e importações
Desenvolver um programa de redução dos custos que oneram as exportações e desburocratizar portos e aduanas para incentivar o comércio exterior.

Crédito e mercado de capitais
As medidas para o setor passam pela redução dos custos dos empréstimos bancários para os brasileiros e por critérios mais rigorosos na concessão de créditos subsidiados.

Ciência, tecnologia e inovação
Elevar investimentos e assegurar custos menores com telefonia e internet, bem como o aumento da qualidade dos serviços.

Tratamento de dependentes químicos
Mapear pontos vulneráveis ao uso de drogas no país, criar mais leitos no SUS para tratamento de dependentes e incentivar novos centros de atenção psicossocial para usuários.

Sistema prisional
Não contingenciar os recursos do Fundo Penitenciário e criar novas prisões federais, além de fazer mutirões penitenciários.

Prevenção e combate ao crime
Criar centros de inteligência policial e unidades de repressão a criminosos recorrentes, bem como incentivar a integração de ações e informações entre as polícias.

Leis e Justiça
Expandir a atuação dos juizados especiais, incentivar meios alternativos de solução de conflitos e capacitar agentes públicos para combater a corrupção.

Habitação
Priorizar a urbanização das maiores favelas e de assentamentos precários. Haverá financiamento para programas de habitação nos municípios.

Saneamento
Tomar medidas para agilizar o financiamento de obras de saneamento básico e incentivar prestadoras de serviço público com desoneração de impostos.

Defesa nacional
Modernizar a indústria nacional de defesa e a gestão das Forças Armadas e incentivar o ingresso maior de mulheres na carreira militar.

Servidores públicos
Fortalecer planos de cargos, priorizar servidores de carreira em cargos de confiança e criar datas-base para reajustes salariais.

Estados e municípios
Repassar recursos de Estados e municípios por meio de fundos. Dar apoio à mudança na lei para que benefícios fiscais concedidos pela União não comprometam governos e prefeituras.

Desburocratização
Consolidar dados dos cidadãos para simplificar processos, reduzir o volume de documentos impressos e facilitar o processo de abertura de empresas.

Uso da água
Proteger os recursos hídricos passa pelo combate ao desperdício e pelo incentivo a políticas de reutilização da água.
Mobilidade urbana
Melhorar a qualidade do deslocamento nas grandes cidades incentivando o transporte público sobre trilhos e ciclovias

Biodiversidade e meio ambiente
Restaurar biomas, buscar parcerias para unidades de conservação e estimular a reciclagem fazem parte das políticas para o meio ambiente.
Igualdade racial
Adotar medidas de combate ao racismo e criar políticas públicas de promoção da igualdade racial.

Polícia na rua
Prover recursos para que os governos estaduais contratem funcionários para fazer o trabalho burocrático hoje feito por policiais.

Cultura
Adotar ações para massificar o consumo de cinema, teatro e música, elevar o interesse por livros e promover remuneração justa para artistas.

Maioridade penal
Defender reforma do Código Penal com penas maiores para jovens de 16 a 18 anos que cometerem crimes gravíssimos.

Esportes
Estimular a prática esportiva e torná-la uma ação de Estado para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros.

Consultórios populares de saúde
Estimular que médicos especialistas abram consultórios em áreas carentes e atendam pacientes pelo SUS.

Promédio
O programa pretende ser um ProUni do ensino médio, organizando a concessão de bolsas de estudos para alunos carentes em escolas privadas.

Mutirão de oportunidades
Resgatar 20 milhões de jovens que pararam de estudar para trabalhar. Quem voltar à escola receberá um salário mínimo por mês para poder se dedicar só aos estudos.

Poupança jovem
Incentivar a dedicação à escola em regiões com alto índice de abandono dos estudos. Estudantes com boas notas receberão R$ 3 mil quando concluírem o Ensino Médio.

Programa digna idade
O programa é composto de benefícios à pessoa idosa, com foco em cuidado e qualidade de vida. As aposentadorias devem ser reajustadas com base na variação do preço dos remédios.

Inflação e câmbio
A redução da inflação é possível por meio da reversão das expectativas negativas com a economia. Um ambiente de estabilidade vai promover a retomada do investimento.

Reforma política
Elaborar uma proposta de reforma política logo no início do governo. Os principais pontos serão o fim da reeleição e o fortalecimento dos partidos.

Política externa
Estimular a competitividade das empresas brasileiras e acordos para além do Mercosul.

Energia
Resgatar o programa de produção do etanol e investir em outras fontes de energia renováveis como a eólica e a de biomassa.

Reforma agrária e propriedade
O direito de propriedade será respeitado. A visão sobre a reforma agrária será ampliada: o foco será a geração de renda.

Embrapa
Resgatar o papel de pesquisa da Embrapa nos biomas brasileiros. A ideia é produzir conhecimento sobre os potenciais da fauna e flora.

Impostos
Elaborar uma proposta para simplificar o sistema tributário. Será uma guerra ao “custo Brasil”, que prejudica a competitividade das empresas.

Estado eficiente
A partir da experiência do Choque de Gestão em Minas Gerais, reduzir o gasto público e aumentar a eficiência do governo.
Médicos
Melhorar o programa Mais Médicos e fortalecer a carreira dos profissionais brasileiros para incentivá-los a trabalhar no interior do país.

Saúde
Aumentar os investimentos em saúde para 10% do Orçamento, revisar a tabela do SUS e ampliar a rede pública com 500 clínicas especializadas.

Ministério da Justiça e Segurança Pública
Coordenar uma política nacional de segurança pública, protegendo as fronteiras contra a entrada de drogas e armas e fortalecendo as polícias.

Programa Família Brasileira
O programa combaterá a pobreza para além da renda. Com o Cadastro Único, a família em risco social será classificada para enfrentar e superar privações sociais.

Superministério da Agricultura
O Ministério da Agricultura ficará mais robusto. A estratégia do agronegócio, vital na economia do Brasil, será definida pelo presidente da República.

Ministério da Infraestrutura
Transporte, energia, comunicação, portos e outros eixos fundamentais para o desenvolvimento terão o mesmo comando com o Ministério da Infraestrutura.

Nordeste forte
Levar desenvolvimento ao Nordeste. Ferrovias, rodovias e portos serão concluídos, haverá estímulo à indústria e mais investimentos na educação.

Educação
Melhorar a qualidade da educação pública. Haverá mais investimento, ampliação de vagas e melhorias na formação e remuneração dos professores.

Bolsa Família
Aécio manterá o Bolsa Família. No Senado, apresentou projetos para tornar o programa permanente e para dar estabilidade ao beneficiário.

Programa Brasil acessívelFinanciar obras de acessibilidade e a construção de centros de reabilitação para pessoas com deficiência em parceria com Estados e municípios.





Confira as propostas da candidata à presidência Dilma Rousseff

No próximo domingo (26), 142 milhões de brasileiros vão às urnas para definir o presidente da República. E na intenção de conseguir um segundo mandato, a presidente Dilma Rousseff (PT),  tem divulgado suas propostas para as áreas de educação, saúde, segurança pública e emprego, além de outros destaques. Pensando nisso, o iBahia separou as propostas que a candidata tem apresentado para refrescar sua memória. Confira:




Saúde- Expansão do Programa Mais Médicos
- Ampliação da rede de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) destinadas ao atendimento de emergências de baixa e média gravidade
- Melhoria no atendimento e aumento da rede de saúde com uma rediscussão federativa que terá o poder de evitar superposição de investimentos e de planejar a distribuição dos serviços de saúde públicos.

Ambiente- Aprofundamento do processo de modernização do licenciamento ambiental com a regulamentação da Lei
- Complementar 140, que estabelece cooperação entre municípios, Estados e União para proteção ao meio ambiente e combate à poluição
- Manutenção do compromisso de redução de emissão, com o combate do desmatamento, em especial da Amazônia
- Aceleração da implementação do Cadastro Ambiental Rural (peça do novo Código Florestal) 

Educação- Universalização da Educação Infantil de 4 a 5 anos até 2016
- Ampliação da rede de educação em tempo integral para que atinja até 20% da rede pública até 2018
- Disponibilização gradativa de 75% dos royalties do petróleo e 50% dos excedentes em óleo do pré-sal para o setor
Segurança- Ampliação da presença do Estado em territórios vulneráveis por meio do incentivo à adesão dos Estados Programa Brasil Seguro e ao Programa Crack, é Possível Vencer
- Criação da Academia Nacional de Segurança Pública para formação conjunta das polícias
- Fortalecimento das ações de combate às organizações criminosas, à lavagem de dinheiro e às ações de controle das fronteira.

Economia- Fortalecimento de política macroeconômica sólida, intransigente no combate à inflação e que proporcione um crescimento econômico e social sustentável.

Saneamento- Seguimento à universalização do saneamento básico, com destaque para a universalização do abastecimento da água tratada e a expansão do esgotamento sanitário e do seu tratamento. 

Infraestrutura- Prioridade aos modais ferroviários, hidroviários e à navegação de cabotagem para reduzir gargalos e implantar novas redes logísticas para escoamento de produção e circulação de pessoas
- Continuidade ao processo de modernização e ampliação da capacidade das rodovias, portos e aeroportos
- Continuidade ao processo de expansão do parque gerador e transmissor, de forma a manter a qualidade da matriz energética, baseada em hidroelétricas e termoelétrica. 

Todas as propostas listadas podem ser vistas com mais detalhes na página de propostas do site oficial do candidato.

Fontes: Correio 24horas

 




Nenhum comentário:

Postar um comentário