domingo, 5 de outubro de 2014

ELEIÇÕES 2014 BAHIA / BRASIL


ELEIÇÕES 2014 BAHIA / BRASIL


BAHIA

DEPOIS DE ESQUECER DOCUMENTO, PAULO SOUTO VOTA EM COLÉGIO DO JARDIM ARMAÇÃO EM SALVADOR

Ele foi à seção eleitoral acompanhado da mulher, Isabel Souto, que vota no mesmo lugar, e da cúpula do DEM

O candidato a governador da Bahia pelo DEM, Paulo Souto, chegou no Colégio Estadual Pedro Calmon, no bairro de Jardim Armação, por volta das 9h20 deste domingo (5). O democrata teve, no entanto, de esperar um pouco mais para efetuar o voto, já que esqueceu o documento com foto e teve de voltar para casa. Souto conseguiu votar às 9h46, após buscar e apresentar o documento na seção eleitoral. O prefeito de Salvador, ACM Neto, que acompanhava o candidato ao governo, disse que o esquecimento é natural. "É assim mesmo, muita coisa na cabeça", amenizou.


Paulo Souto foi à seção eleitoral também acompanhado da mulher, Isabel Souto, que vota no mesmo lugar, e da cúpula do DEM. Esta foi a primeira parada do roteiro eleitoral dos candidatos da chapa. 

Às 10 horas, será a vez do postulante ao Senado, Geddel Vieira Lima (PDMB), votar no Colégio Antonio Vieira, no Garcia. Às 11 horas, Paulo Souto e Geddel acompanham ACM Neto (DEM) à Faculdade de Administração da Ufba, no Vale do Canela, local de votação do prefeito de Salvador. O candidato a vice, Joaci Góes (PSDB), vota no Acbeu (Zona 1 – Seção 329), no Corredor da Vitória.

Logo mais, às 17h, Paulo Souto irá acompanhar a apuração dos votos na residência de familiares no Horto Florestal. 



CAMINHONETE PEGA FOGO NA LIBERDADE, PRÓXIMO AO LOCAL DE VOTAÇÃO DO CANDIDATO RUI COSTA

Caminhonete pegou nesta manhã e proprietário tenta apagar as chamas por conta própria.
 Caminhonete em chamas na Estrada da Liberdade (Foto: Eli Cruz/iBahia)


Uma caminhonete pegou fogo na manhã deste domingo (5), por volta das 10 horas, em frente ao Shopping da Liberdade, no bairro da Liberdade. Segundo a Central de Polícia, o proprietário está tentando apagar as chamas por conta própria.

A Central de Polícia não soube informar sobre a causa do incêndio. O incidente aconteceu a 300 metros do Colégio Estadual Duque de Caxias, local onde o candidato ao governo do Estado Rui Costa (PT) foi votar.
 

 

ESTÁ NA DÚVIDA DE ONDE FICA O SEU COLÉGIO ELEITORAL? CONSULTE AQUI O SEU LOCAL DE VOTAÇÃO 

Se você ainda não sabe onde vai votar neste 5 de outubro, fique tranquilo. O site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permite que o eleitor consulte o local do seu colégio eleitoral, assim como a zona e seção a qual pertence, em poucos minutos.


Consulte aqui o seu local de votação pelo NOME
Consulte aqui o seu local de votação pelo TÍTULO

A pesquisa pode ser feita a partir do nome completo do eleitor ou com o número do título eleitoral. Também é possível consultar o seu local de votação através de um aplicativo gratuito do TSE, chamado 'Onde Votar ou Justificar', que funciona com os sistemas Android ou iOS.

Já o TRE-BA tem o Disk-Título, que pode ser usado pelos baianos para tirar dúvidas através do (71) 3373-7000. Neste domingo (5), os eleitores devem se apresentar em seus colégios eleitorais portando um documento oficial com foto e o título de eleitor.

Veja aqui o endereço das seções eleitorais do INTERIOR DA BAHIA por zona e local de votação
Veja aqui o endereço das seções eleitorais de SALVADOR por zona e local de votação
Veja aqui as seções que foram transferidas de local de votação em SALVADOR em 2014

O título de eleitor não é obrigatório, mas o documento com foto sim. Vale levar a carteira de habilitação, o RG, a carteira de trabalho, certificado de reservista ou carteira funcional de órgãos de classe.



PAULO SOUTO EQUECE DOCUMENTOS E ADIA VOTO EM COLÉGIO DO JARDIM ARMAÇÃO EM SALVADOR

Ele foi à seção eleitoral acompanhado da mulher, Isabel Souto, que vota no mesmo lugar, e da cúpula do DEM


O candidato a governador da Bahia pelo DEM, Paulo Souto, chegou no Colégio Estadual Pedro Calmon, no bairro de Jardim Armação, por volta das 9h20 deste domingo (5). O democrata teve, no entanto, de esperar um pouco mais para efetuar o voto, já que esqueceu o documento com foto e teve de voltar para casa. Souto conseguiu votar às 9h46, após buscar e apresentar o documento na seção eleitoral. O prefeito de Salvador, ACM Neto, que acompanhava o candidato ao governo, disse que o esquecimento é natural. "É assim mesmo, muita coisa na cabeça", amenizou. 


Paulo Souto foi à seção eleitoral também acompanhado da mulher, Isabel Souto, que vota no mesmo lugar, e da cúpula do DEM. Esta foi a primeira parada do roteiro eleitoral dos candidatos da chapa. 


Às 10 horas, será a vez do postulante ao Senado, Geddel Vieira Lima (PDMB), votar no Colégio Antonio Vieira, no Garcia. Às 11 horas, Paulo Souto e Geddel acompanham ACM Neto (DEM) à Faculdade de Administração da Ufba, no Vale do Canela, local de votação do prefeito de Salvador. O candidato a vice, Joaci Góes (PSDB), vota no Acbeu (Zona 1 – Seção 329), no Corredor da Vitória. 


Logo mais, às 17h, Paulo Souto irá acompanhar a apuração dos votos na residência de familiares no Horto Florestal.  

 Foto: Edvan Lessa/ Correio




SUJEIRA NOS LOCAIS DE VOTAÇÃO E 
" BOCA DE URNA" ROUBAM A CENA NO DOMINGO DE ELEIÇÃO
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já informou que não é permitido fazer nenhum tipo de propaganda próximo aos colégios eleitorais.

Milhares de panfletos e santinhos com fotos dos candidatos estão deixando as rusas de Salvador bastante sujas. Em lugares como Pituba, Rio Vermelho, Federação e Canela, há registros de uma grande quantidade de papel em via pública.

  Foto: Carla Trabazo/Correio24Horas

O Correio24Horas flagrou a situação em um dos campi da Universidade Federal da Bahia, localizado no bairro do Canela. Além da sujeita no chão, algumas pessoas também foram flagradas fazendo propaganda eleitoral, conhecida como "boca de urna", que é proibida por lei e pode ser punida com multa e detenção de seis meses a um ano ou prestação de serviços à comunidade. 
  Foto: Carla Trabazo/Correio24Horas
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já informou que não é permitido fazer nenhum tipo de propaganda próximo aos colégios eleitorais, nem entregar folhetos incentivando o eleitor a mudar de voto. A única coisa permitida é usar camisas ou adereços de partido ou candidato, desde que não haja nenhum tipo de manifestação.
 
(Fotos: Giulia Marquezini)
(Foto: Naiana Ribeiro) 



CONFIRA O QUE FUNCIONA EM SALVADOR NESTE DOMINGO DE ELEIÇÕES
Lojas dos shoppings estarão fechadas, grandes supermercados funcionarão normalmente e transporte terá mudanças.


Shoppings
As lojas ficam fechadas em todos os shoppings da cidade. Já as áreas de lazer, inclusive o cinema, funcionam normalmente. As praças de alimentação dos shoppings Iguatemi, Salvador Shopping, Barra, Salvador Norte e Bela Vista funcionam das 12h às 21h. No Shopping Paralela, o funcionamento será das 12h às 20h e no Paseo Itaigara, das 14h às 20h. As Lojas Americanas do Iguatemi abrem das 12h às 21h, do Center Lapa, das 10h às 18h e do Bela Vista das 13h às 21h. Os shoppings Piedade e Itaigara estarão fechados.   

Supermercados
Todos os grandes supermercados da cidade funcionarão normalmente.

Trânsito e Transporte
Os ônibus vão circular com frota normal das 8h às 18h. A partir das 18h, a frota volta à operação típica dos domingos. A frota reguladora fixa das Estações Pirajá, Mussurunga e Lapa vão operar com programação normal de domingo. Todos os veículos adaptados com
elevadores estarão em operação e o trânsito será monitorado nas principais avenidas e nos locais onde estão os maiores colégios eleitorais da cidade. Denúncias e reclamações podem ser feitas através do telefone 118. Já o metrô funcionará, gratuitamente, das 7h30 às 17h30, nas estações Retiro, Acesso Norte, Brotas, Campo da Pólvora e Lapa. Os trens do Subúrbio também circulam das 7h30 às 17h30. As dez estações estarão abertas e os trens terão partidas a cada 40 minutos.  A passagem custa R$ 0,50 (inteira) e R$ 0,25 (meia). O Elevador Lacerda funcionará normalmente.

Saúde
Haverá nove unidades de urgência e emergência 24 horas em Valéria, Itapuã, Periperi, Pernambués, Imbuí, Tancredo Neves, Pau da Lima, Centenário e Boca do Rio. Já o Samu conta com todas as ambulâncias de prontidão para atender a população de Salvador, através do número 192. A chamada é gratuita e o serviço funciona em
regime de plantão.

Limpeza
A Limpurb vai reforçar a atuação em dois períodos - às 7h e a partir das 17h - em diversos pontos da cidade. A ação contará com 1.565 funcionários dentre agentes de varrição, coleta e lavagem, além de 82 equipamentos como carros de apoio, compactadores, caminhões, carros-pipa e caçambas. A Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom) estará em atuação no sábado, em apoio às ações do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA). Além disso, durante todo o fim de semana, prosseguem as operações de combate à poluição sonora e propaganda irregular na cidade. As denúncias de poluição sonora podem ser feitas pelo telefone (71) 2201-6660.

Esquema de segurança para as eleições:

 

Efetivo
Aproximadamente 29 mil policiais, entre militares, civis e do Departamento de Polícia Técnica, além do Corpo de Bombeiros, atuam desde quinta (2), até segunda-feira (6). Serão 26.395 policiais militares, 1.862 civis, 671 bombeiros, além de peritos que farão escala extraordinária. Eles vão atuar em todo o estado, fiscalizando as zonas eleitorais e combatendo a compra de votos, boca de urna, transporte ilegal de eleitores, entre
outros crimes. A PM realizará a escolta e a guarda das urnas. O investimento total da megaoperação é de R$ 4,5 milhões.

Centro Integrado de Comando e Controle (CICC)
As imagens dos principais colégios eleitorais de Salvador, Região Metropolitana e do interior baiano serão monitoradas e de lá serão tomadas decisões caso haja necessidade. Os CICCs móveis (caminhões adaptados) auxiliarão no monitoramento.

Salvamar

Vai atuar das 8h às 18h com o efetivo distribuído em 32 postos e seis unidades móveis, entre o Jardim de Alah e a Praia de Aleluia.

Guarda Municipal
Um efetivo de 280 agentes da Guarda vão estar presentes no domingo em apoio às ações dos órgãos municipais. 


ELEITORES QUE PUBLICAREM FOTOS COM URNAS NAS REDES SOCIAIS PODEM SER PRESOS

Mania das 'selfies' pode custar caro a eleitores, com pena de dois anos de prisão e multa de R$16 mil 



A mania das 'selfies' tem tomado as redes sociais, mas durante as eleições, os 'aficionados' têm que se conter e não tirar foto com a urna eletrônica durante a votação, pois a imagem pode valer dois anos de prisão e multa de cerca de R$16 mil para quem for flagrado, segundo a legislação eleitoral.

Os autorretratos infringem o sigilo do voto, segundo o Código Eleitoral brasileiro e, ainda, podem ser considerados boca de urna virtual, caso a imagem seja publicada nas redes sociais. Boca de urna pode levar de seis meses a um ano de prisão, com alternativa de prestação de serviços comunitários pelo mesmo período, além de multa que pode variar entre R$ 5.320 e R$ 15.961,50.

As fotos podem ser usadas, ainda, para comprovar em quem a pessoa votou, por pressão ou troca de favores.

Recentemente, uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que máquinas fotográficas, filmadoras, equipamentos de radiotransmissão e telefones celulares sejam entregues ao mesário antes de ir à urna, sob pena de prisão e multa, caso o eleitor se recuse.

A resolução, porém, não tem sido respeitada pelos próprios mesários, que em diversas zonas eleitorais têm permitido que os eleitores levem consigo seus celulares na hora de selecionar seus candidatos.

Famosos e fotos
Na manhã deste domingo (5), a produtora e ex-mulher de Caetano Veloso, Paula Lavigne, publicou em seu Facebook e Instagram uma foto da urna eletrônica com a imagem do candidato que ia votar. "Cheguei para votar", dizia a publicação. 








A imagem recebeu, rapidamente, uma onda de comentários de usuários afirmando que ela estava cometendo um crime e, em seguida, a publicação foi removida das redes sociais da produtora.

A atriz Flávia Monteiro, conhecida por interpretar Carolina em Chiquititas, também desrespeitou a lei, publicando a foto de uma urna eleitoral em seu Instagram. Ela apagou a imagem logo depois. 





ELEIÇÕES DEVE JUSTIFICAR AUSÊNCIA NAS URNAS ATÉ 4 DE DEZMBRO

Hoje (5), o eleitor ainda pode conseguir o formulário nos locais de votação ou de justificativa
O eleitor que estiver fora de seu domicílio eleitoral e que não se cadastrou para votar em trânsito tem até o dia 4 de dezembro para justificar sua ausência no pleito. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a orientação, neste caso, é preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral e entregá-lo em um dos locais destinados ao recebimento.

O formulário pode ser obtido gratuitamente nos cartórios eleitorais, nos postos de atendimento ao eleitor, no site do TSE e no site dos tribunais regionais eleitorais. Hoje (5), o eleitor ainda pode conseguir o formulário nos locais de votação ou de justificativa. É necessário apresentar um documento oficial com foto e o número do título eleitoral.
O TSE ressalta que, se o requerimento for entregue com dados incorretos ou que não permitam a identificação do eleitor, o documento não será considerado válido para justificar a ausência nas urnas. Quem não estiver em dia com a Justiça Eleitoral não poderá, por exemplo, obter passaporte ou carteira de identidade; participar de concursos públicos; e obter empréstimos em estabelecimentos mantidos pelo governo.

O servidor público Nelson Mota, 35 anos, mora em Natal (RN) e resolveu aproveitar um feriado local para viajar a Brasília com a esposa. Como está fora de seu domicílio eleitoral, precisou justificar a falta do voto. “É a primeira vez que justifico. Sempre voto, mas dessa vez realmente não deu”, contou. “Decidi justificar logo hoje porque, para ficar quite com a Justiça Eleitoral, quanto antes, melhor”.

Já a professora Silvana Sanches, 32 anos, se mudou do Rio de Janeiro para a capital federal em maio deste ano, para acompanhar o marido, que é militar e foi transferido. “Tentamos fazer o voto em trânsito na última semana prevista, mas estava tudo muito cheio”, explicou. “Agora, a saída é justificar a ausência”, completou.

A advogada Lígia Senise, 55 anos, precisou sair de Curitiba (PR) e vir a Brasília para resolver alguns compromissos de trabalho. Como não fez o cadastro para votar em trânsito, resolveu justificar o voto o quanto antes. “Sempre votei e não quis esperar até dezembro para justificar. Vim no dia das eleições, como o faria se fosse votar”.


Fontes: Correio 24h / Ibahia

 









Nenhum comentário:

Postar um comentário