domingo, 12 de junho de 2016

NEWS ROOM BA: RESUMO DA SEMANA


NEWS ROOM BA: RESUMO DA SEMANA



USUÁRIOS APROVAM INTEGRAÇÃO DE ÔNIBUS E METRÔ





A integração entre ônibus metropolitanos e metrô está ampliada. Desde ontem, domingo (29), todas as linhas de ônibus da Região Metropolitana de Salvador (RMS) com destino à Lapa, que chegam à capital baiana via BR-324, estão integradas ao metrô no terminal do Retiro. Além disso, em até três horas, o passageiro que fizer a integração entre os dois sistemas por meio dessas linhas paga apenas uma passagem.


O movimento na estação do Retiro no domingo foi considerado “bom” pelos funcionários da CCR, empresa que administra o metrô. No período da tarde a passagem de passageiros pelo terminal foi mínima, apenas com algumas pessoas utilizando o novo serviço. “Essas linhas integradas ao metrô é legal porque facilita para o trabalhador.


Hoje estou a passeio, mas amanhã (hoje) vou passar por aqui para ir e retornar ao trabalho e o que é melhor economizando na passagem. Isto é bom”, comentou o eletricista Eduardo Silva, ao descer na estação praticamente deserta, procedente de Simões Filho, por volta das 16 horas. Também ontem começou a valer a interoperabilidade dos cartões, ou seja, o Metropasse será aceito no metrô e o cartão CCR Metrô Bahia será aceito nos ônibus metropolitanos.


Na prática, o usuário terá de possuir apenas um cartão, que pode ser o Metropasse ou o cartão CCR Metrô Bahia, pois os cartões terão as mesmas funções. “Assim é melhor e mais econômico pra gente que precisa do transporte público todos os dias”, declarou a representante comercial Nadja Mascarenhas, residente na Ilha de São João.


Os cartões Metropasse e do metrô devem ser adquiridos nos postos de vendas das respectivas operadoras, a Associação das Empresas de Transporte Coletivo Rodoviário do Estado da Bahia (Abemtro) e a CCR Metrô Bahia. Os cartões e créditos da CCR Metrô Bahia devem ser adquiridos nas bilheterias das estações do metrô. Na integração metropolitana, o usuário poderá efetuar um transbordo por tarifa cobrada.


Informações: Tribuna da Bahia
 
 
 
 
CINCO LINHAS DE ÔNIBUS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SALVADOR SÃO INTEGRADOS AO METRÔ DA CAPITAL BAIANA
 
 
 
Os baianos que diariamente circulam entre os municípios da Região Metropolitana e Salvador agora têm mais opções para fazer o trajeto da BR-324 até a Lapa. Desde o último domingo (29/5), mais cinco linhas de ônibus metropolitanos já fazem a integração com o metrô na Estação Retiro. 


Agora, o passageiro que optar por usar os dois meios de transporte paga apenas uma passagem utilizando o metropasse ou o cartão do metrô, bilhete válido por até três horas e que também contempla os estudantes, que pagam meia. Com as novas rotas, já são nove linhas metropolitanas que seguiriam até a Lapa e agora fazem a parada no Retiro, oferecendo a opção ao passageiro.

Até 1º de julho, as linhas que têm como destino final a Estação da Lapa seguirão fazendo o roteiro até o Centro.  Já partir do dia 2 de julho, os ônibus circularão somente até o Terminal do Retiro, e os passageiros terão que fazer a conexão com o metrô para chegar à Lapa.

Além de dar mais conforto e reduzir o tempo que o passageiro levaria em engarrafamentos, por exemplo, a progressão da integração retira de circulação certa quantidade de ônibus no Centro da cidade, o que facilita a mobilidade e melhora o trânsito em Salvador.

Para quem tiver dúvidas de como funciona o sistema, cartazes foram espalhados pela estação e, no Retiro, funcionários da CCR, concessionária responsável pela administração do metrô, dão informações aos usuários.

Segundo a superintendente de Mobilidade da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), Grace Gomes, esse é um período de adaptação e de aprovação do sistema pelos usuários.

“Primeiro os passageiros precisam saber que para pagar apenas um valor de passagem é preciso ter o metropasse ou o cartão do metrô. Não é necessário adquirir os dois. Em função disso, como é uma novidade, existe esse prazo até julho para que o usuário se acostume a utilizar o cartão.

A ideia é espalhar os pontos de venda do metropasse nas cidades e também com os cobradores, mas isso depende das empresas de ônibus”, explicou a superintendente. Nas estações de metrô, todas já oferecem o cartão, sem custo para o usuário e com uma carga mínima de R$ 5.

Nesta segunda-feira (30/5), primeiro dia útil após a mudança, muita gente já estava aprovando a facilidade e a vantagem de pagar apenas um bilhete pelos dois meios de transporte. A agente de viagens Eliane Brito, que mora em Simões Filho e trabalha na capital baiana, já utiliza a integração com o metrô e comemora a medida.

“Ficou muito mais fácil porque, para mim, é mais confortável, gasto menos tempo no engarrafamento e ainda preciso andar menos para o trabalho. Vou continuar usando todos os dias”, afirmou.

Linhas integradas
Inicialmente, a integração funcionava para quatro linhas de ônibus: 869I Barra-Simões Filho, 826A Góes Calmon-Estação Aquidabã, 872 Ilha de São João-Estação Rodoviária e 875 Areia Branca -Terminal Retiro.

Com a operação que começou nesse domingo (29/5), foram incluídas outras cinco rotas: 803A2 Nova Dias D’Ávila–Estação Aquidabã, 861 Mata de São João-Estação Aquidabã, 805A Madre de Deus-Estação Aquidabã, 800A Camaçari-Estação Aquidabã e 809 Candeias-Estação Aquidabã.

Para o gestor de arrecadação da CCR, Júlio Farias, o metrô, à medida que avança na cobertura da cidade, muda a cara da mobilidade de Salvador para melhor.

“O metrô é uma opção a mais para o usuário, rápida, segura e confiável. Não tenho dúvidas de que operações como essa vão trazer uma mudança muito grande com o passar do tempo para o soteropolitano. Esse é o processo de convencimento, de experimentação, e assim as pessoas passam a entender que pode ser um meio de transporte interessante para elas”, disse.

Informações: Tribuna da Bahia
 
 

LINHAS DA ESTAÇÃO DA LAPA E PIRAJÁ SÃO INTEGRADAS AO METRÔ
 
O governo estadual aceitará, a qualquer momento, um acordo proposto pela prefeitura de Salvador para integrar as 27 linhas alimentadoras da Estação Pirajá e as 117 da Lapa ao metrô.
 
Com isso, caso o acordo seja confirmado, os usuários de transporte poderão, a partir do dia 10 de julho, utilizar 144 linhas de ônibus e os trens do metrô na sequência, durante duas horas, pagando apenas uma tarifa de R$ 3,30 pelos dois serviços utilizados, conforme A TARDE já havia antecipado.

Segundo o secretário de Mobilidade de Salvador, Fábio Mota, o acordo proposto ao estado define o próximo dia 12 como data para a integração das linhas da Estação Pirajá. Já as linhas da Lapa seriam integradas ao sistema metroviário no dia 10 do próximo mês.

Até o fechamento desta edição, a proposta ainda não havia sido oficialmente aceita, mas, de acordo com fontes ouvidas pela equipe de A TARDE, a intenção da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur) é dar um fim ao imbróglio, que já dura mais de dois anos. Nesta quarta-feira, 1º, o órgão voltou a confirmar, em nota, que a integração acontecerá, mas não confirmou a data.

"O passageiro vai ser beneficiado com esse acordo, porque vai fazer o percurso rápido, com ar-condicionado do metrô e sem pagar mais uma tarifa", defendeu Mota, sem dar certeza sobre as datas da integração. "Ainda espero a confirmação do governo", disse, à tarde.
No comunicado, a Sedur informou que a integração entre o sistema metroviário e as linhas de ônibus urbanas e metropolitanas poderá ser feita com o cartão do metrô, o Metropasse, ou o SalvadorCard.

"No sentido ônibus-metrô, o valor total da passagem será debitado no primeiro uso, no acesso ao ônibus. No sentido contrário, será descontado R$ 3,30 ao passar o cartão no sistema do metrô", diz a nota.

Por causa dessa integração, a prefeitura tenta popularizar o uso do bilhete avulso. Desde abril, cartões são distribuídos gratuitamente pela Semob.

Atualmente, segundo a secretaria, 12% das passagens de ônibus de Salvador são pagas por meio do sistema de bilhetagem. Em São Paulo, de acordo com SPTrans, esse número é de 66,5%.
A meta da prefeitura é atingir números próximos aos da capital paulista, segundo Fábio Mota.

Internet livre
Na próxima semana, 228 ônibus de Salvador passarão a disponibilizar internet sem fio para os usuários de transporte coletivo.

A intenção, de acordo com o titular da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), Fábio Mota, é aumentar a utilidade do Cittamobi, aplicativo para smartphones no qual passageiros podem verificar horários e percursos de coletivos, além de fazer críticas ao sistema e propor soluções.

"Essa ação é um ganho grande para a população, que vai passar a ser protagonista do sistema, usando o Cittamobi com uma internet de qualidade", afirmou Mota, destacando que 760 mil pessoas já fizeram o download da ferramenta, disponível nas versões Android e iOS (para iPhones).

O gestor disse, ainda, que a previsão é colocar a internet em todos os 2.700 ônibus da frota da capital baiana até fevereiro de 2017.

Para utilizar o serviço, o passageiro precisa preencher, no aparelho, um formulário onde informará e-mail e CPF. "O wi-fi não será uma opção sem motivação. A ideia é ajudar as pessoas a acessarem o Cittamobi com mais facilidade e rapidez, sem gastar o pacote de dados do passageiro", concluiu Mota.
 
[veja abaixo as linhas que serão integradas com o metrô]
 
 

 
Informações: A Tarde
 
 
 



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário