quarta-feira, 21 de setembro de 2016

NEWS ROOM BA: BRT SERÁ IMPLANTADO EM TRÊS ETAPAS E FARÁ INTEGRAÇÃO COM O METRÔ


BRT SERÁ IMPLANTADO EM TRÊS ETAPAS E FARÁ INTEGRAÇÃO COM O METRÔ

 

 

O BRT (Bus Rapid Transit) de Salvador ganhou uma novidade. Nesta sexta-feira (16), foi assinada a liberação de recursos que garante a implantação do sistema, que ligará Lapa - Iguatemi. Em coletiva de imprensa, o prefeito ACM Neto afirmou que até o fim de outubro deste ano será lançado o edital de licitação para a escolha da empresa que executará as obras da primeira etapa de implantação.

As obras contarão com três etapas de implantação do BRT: a primeira – cujos recursos estão sendo liberados - contemplará o trecho entre o Parque da Cidade e o Shopping da Bahia, entre as avenidas Juracy Magalhães e ACM, até a estação de integração com o metrô que está sendo construída pela CCR próxima à Rodoviária. Esse trecho contará com três viadutos, dois elevados e três estações.

O BRT (Bus Rapid Transit), inédito em Salvador, é conhecido mundialmente e já foi utilizado em diversas grandes cidades do Brasil e do mundo, tais como Curitiba, Rio de Janeiro, Los Angeles, Istambul e Bogotá.

Com investimento total previsto de R$820 milhões, o projeto será implantado ao longo do corredor formado pela Avenida Vasco da Gama, Rua do Lucaia, Avenida Juracy Magalhães e Avenida ACM, se estendendo desde a entrada da Estação da Lapa até a Estação de Integração Iguatemi (metrô/BRT), na região próxima ao atual Shopping da Bahia. As intervenções preveem o aproveitamento das vias de ônibus convencionais já existentes ao longo da Avenida Vasco da Gama, adaptando-as para uso do sistema BRT. Nos demais trechos serão implantados novas vias exclusivas para o sistema.

Serão construídos corredor exclusivo para os veículos do sistema BRT; melhorias no sistema viário, com implantação de faixas de fluxo contínuo nas Avenidas Juracy Magalhães e ACM; estações do sistema BRT; e complexos de viadutos nos principais locais de cruzamento viário ao longo do corredor. Além disso, serão realizadas obras de macrodrenagem; urbanização e paisagismo ao longo do corredor de transporte; e implantação de ciclovias.

Os veículos utilizados pelo sistema serão do tipo ônibus articulados com capacidade para 170 passageiros, portas largas e comprimento máximo de 23m, operando a uma velocidade comercial de 25 a 40 km/h. O projeto prevê alcançar o atendimento de cerca de 31.000 passageiros por hora (em momentos de pico).

Informações: iBahia.com

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário