quarta-feira, 22 de junho de 2016

NOVA AVENIDA SUBURBANA

Uma das principais avenidas de Salvador, a Suburbana, está completamente requalificada. A via também ganhou a maior ciclovia do país, com 14km de extensão.







PROCON BA


NEWS ROOM: SAÍDA PARA O FERIADÃO CAUSA CONGESTIONAMENTO DE CARROS E PEDESTRES NA RODOVIÁRIA DE SALVADOR


SAÍDA PARA O FERIADÃO CAUSA CONGESTIONAMENTO DE CARROS E PEDESTRES NA RODOVIÁRIA DE SALVADOR

 


Em função do grande número de pessoas que estão deixando a cidade de Salvador para curtir os festejos juninos no interior do estado, o acesso à rodoviária da capital baiana está bastante congestionado na tarde desta quarta-feira (22). Segundo informações da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), há muita lentidão no acesso da Avenida ACM ao terminal rodoviário.

É intenso também o fluxo de passageiros que atravessam a passarela da região do Iguatemi sentido rodoviária. A Transalvador informou que há uma equipe do órgão no local monitorando as possíveis intercorrências no trânsito. 

A Transalvador informou ainda que há um congestionamento na Avenida Paralela, sentido aeroporto, em função de uma obra de recapeamento do viaduto Mario Andreazza, que dá acesso ao bairro de São Cristóvão.





 

FONTES: CORREIO 24H

 

VIA BAHIA - SÃO JOÃO 2016


SÃO JOÃO 2016 - KAIO DESIGN BUS BAHIA


domingo, 12 de junho de 2016

NEWS ROOM BA: RESUMO DA SEMANA


NEWS ROOM BA: RESUMO DA SEMANA



USUÁRIOS APROVAM INTEGRAÇÃO DE ÔNIBUS E METRÔ





A integração entre ônibus metropolitanos e metrô está ampliada. Desde ontem, domingo (29), todas as linhas de ônibus da Região Metropolitana de Salvador (RMS) com destino à Lapa, que chegam à capital baiana via BR-324, estão integradas ao metrô no terminal do Retiro. Além disso, em até três horas, o passageiro que fizer a integração entre os dois sistemas por meio dessas linhas paga apenas uma passagem.


O movimento na estação do Retiro no domingo foi considerado “bom” pelos funcionários da CCR, empresa que administra o metrô. No período da tarde a passagem de passageiros pelo terminal foi mínima, apenas com algumas pessoas utilizando o novo serviço. “Essas linhas integradas ao metrô é legal porque facilita para o trabalhador.


Hoje estou a passeio, mas amanhã (hoje) vou passar por aqui para ir e retornar ao trabalho e o que é melhor economizando na passagem. Isto é bom”, comentou o eletricista Eduardo Silva, ao descer na estação praticamente deserta, procedente de Simões Filho, por volta das 16 horas. Também ontem começou a valer a interoperabilidade dos cartões, ou seja, o Metropasse será aceito no metrô e o cartão CCR Metrô Bahia será aceito nos ônibus metropolitanos.


Na prática, o usuário terá de possuir apenas um cartão, que pode ser o Metropasse ou o cartão CCR Metrô Bahia, pois os cartões terão as mesmas funções. “Assim é melhor e mais econômico pra gente que precisa do transporte público todos os dias”, declarou a representante comercial Nadja Mascarenhas, residente na Ilha de São João.


Os cartões Metropasse e do metrô devem ser adquiridos nos postos de vendas das respectivas operadoras, a Associação das Empresas de Transporte Coletivo Rodoviário do Estado da Bahia (Abemtro) e a CCR Metrô Bahia. Os cartões e créditos da CCR Metrô Bahia devem ser adquiridos nas bilheterias das estações do metrô. Na integração metropolitana, o usuário poderá efetuar um transbordo por tarifa cobrada.


Informações: Tribuna da Bahia
 
 
 
 
CINCO LINHAS DE ÔNIBUS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SALVADOR SÃO INTEGRADOS AO METRÔ DA CAPITAL BAIANA
 
 
 
Os baianos que diariamente circulam entre os municípios da Região Metropolitana e Salvador agora têm mais opções para fazer o trajeto da BR-324 até a Lapa. Desde o último domingo (29/5), mais cinco linhas de ônibus metropolitanos já fazem a integração com o metrô na Estação Retiro. 


Agora, o passageiro que optar por usar os dois meios de transporte paga apenas uma passagem utilizando o metropasse ou o cartão do metrô, bilhete válido por até três horas e que também contempla os estudantes, que pagam meia. Com as novas rotas, já são nove linhas metropolitanas que seguiriam até a Lapa e agora fazem a parada no Retiro, oferecendo a opção ao passageiro.

Até 1º de julho, as linhas que têm como destino final a Estação da Lapa seguirão fazendo o roteiro até o Centro.  Já partir do dia 2 de julho, os ônibus circularão somente até o Terminal do Retiro, e os passageiros terão que fazer a conexão com o metrô para chegar à Lapa.

Além de dar mais conforto e reduzir o tempo que o passageiro levaria em engarrafamentos, por exemplo, a progressão da integração retira de circulação certa quantidade de ônibus no Centro da cidade, o que facilita a mobilidade e melhora o trânsito em Salvador.

Para quem tiver dúvidas de como funciona o sistema, cartazes foram espalhados pela estação e, no Retiro, funcionários da CCR, concessionária responsável pela administração do metrô, dão informações aos usuários.

Segundo a superintendente de Mobilidade da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), Grace Gomes, esse é um período de adaptação e de aprovação do sistema pelos usuários.

“Primeiro os passageiros precisam saber que para pagar apenas um valor de passagem é preciso ter o metropasse ou o cartão do metrô. Não é necessário adquirir os dois. Em função disso, como é uma novidade, existe esse prazo até julho para que o usuário se acostume a utilizar o cartão.

A ideia é espalhar os pontos de venda do metropasse nas cidades e também com os cobradores, mas isso depende das empresas de ônibus”, explicou a superintendente. Nas estações de metrô, todas já oferecem o cartão, sem custo para o usuário e com uma carga mínima de R$ 5.

Nesta segunda-feira (30/5), primeiro dia útil após a mudança, muita gente já estava aprovando a facilidade e a vantagem de pagar apenas um bilhete pelos dois meios de transporte. A agente de viagens Eliane Brito, que mora em Simões Filho e trabalha na capital baiana, já utiliza a integração com o metrô e comemora a medida.

“Ficou muito mais fácil porque, para mim, é mais confortável, gasto menos tempo no engarrafamento e ainda preciso andar menos para o trabalho. Vou continuar usando todos os dias”, afirmou.

Linhas integradas
Inicialmente, a integração funcionava para quatro linhas de ônibus: 869I Barra-Simões Filho, 826A Góes Calmon-Estação Aquidabã, 872 Ilha de São João-Estação Rodoviária e 875 Areia Branca -Terminal Retiro.

Com a operação que começou nesse domingo (29/5), foram incluídas outras cinco rotas: 803A2 Nova Dias D’Ávila–Estação Aquidabã, 861 Mata de São João-Estação Aquidabã, 805A Madre de Deus-Estação Aquidabã, 800A Camaçari-Estação Aquidabã e 809 Candeias-Estação Aquidabã.

Para o gestor de arrecadação da CCR, Júlio Farias, o metrô, à medida que avança na cobertura da cidade, muda a cara da mobilidade de Salvador para melhor.

“O metrô é uma opção a mais para o usuário, rápida, segura e confiável. Não tenho dúvidas de que operações como essa vão trazer uma mudança muito grande com o passar do tempo para o soteropolitano. Esse é o processo de convencimento, de experimentação, e assim as pessoas passam a entender que pode ser um meio de transporte interessante para elas”, disse.

Informações: Tribuna da Bahia
 
 

LINHAS DA ESTAÇÃO DA LAPA E PIRAJÁ SÃO INTEGRADAS AO METRÔ
 
O governo estadual aceitará, a qualquer momento, um acordo proposto pela prefeitura de Salvador para integrar as 27 linhas alimentadoras da Estação Pirajá e as 117 da Lapa ao metrô.
 
Com isso, caso o acordo seja confirmado, os usuários de transporte poderão, a partir do dia 10 de julho, utilizar 144 linhas de ônibus e os trens do metrô na sequência, durante duas horas, pagando apenas uma tarifa de R$ 3,30 pelos dois serviços utilizados, conforme A TARDE já havia antecipado.

Segundo o secretário de Mobilidade de Salvador, Fábio Mota, o acordo proposto ao estado define o próximo dia 12 como data para a integração das linhas da Estação Pirajá. Já as linhas da Lapa seriam integradas ao sistema metroviário no dia 10 do próximo mês.

Até o fechamento desta edição, a proposta ainda não havia sido oficialmente aceita, mas, de acordo com fontes ouvidas pela equipe de A TARDE, a intenção da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur) é dar um fim ao imbróglio, que já dura mais de dois anos. Nesta quarta-feira, 1º, o órgão voltou a confirmar, em nota, que a integração acontecerá, mas não confirmou a data.

"O passageiro vai ser beneficiado com esse acordo, porque vai fazer o percurso rápido, com ar-condicionado do metrô e sem pagar mais uma tarifa", defendeu Mota, sem dar certeza sobre as datas da integração. "Ainda espero a confirmação do governo", disse, à tarde.
No comunicado, a Sedur informou que a integração entre o sistema metroviário e as linhas de ônibus urbanas e metropolitanas poderá ser feita com o cartão do metrô, o Metropasse, ou o SalvadorCard.

"No sentido ônibus-metrô, o valor total da passagem será debitado no primeiro uso, no acesso ao ônibus. No sentido contrário, será descontado R$ 3,30 ao passar o cartão no sistema do metrô", diz a nota.

Por causa dessa integração, a prefeitura tenta popularizar o uso do bilhete avulso. Desde abril, cartões são distribuídos gratuitamente pela Semob.

Atualmente, segundo a secretaria, 12% das passagens de ônibus de Salvador são pagas por meio do sistema de bilhetagem. Em São Paulo, de acordo com SPTrans, esse número é de 66,5%.
A meta da prefeitura é atingir números próximos aos da capital paulista, segundo Fábio Mota.

Internet livre
Na próxima semana, 228 ônibus de Salvador passarão a disponibilizar internet sem fio para os usuários de transporte coletivo.

A intenção, de acordo com o titular da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), Fábio Mota, é aumentar a utilidade do Cittamobi, aplicativo para smartphones no qual passageiros podem verificar horários e percursos de coletivos, além de fazer críticas ao sistema e propor soluções.

"Essa ação é um ganho grande para a população, que vai passar a ser protagonista do sistema, usando o Cittamobi com uma internet de qualidade", afirmou Mota, destacando que 760 mil pessoas já fizeram o download da ferramenta, disponível nas versões Android e iOS (para iPhones).

O gestor disse, ainda, que a previsão é colocar a internet em todos os 2.700 ônibus da frota da capital baiana até fevereiro de 2017.

Para utilizar o serviço, o passageiro precisa preencher, no aparelho, um formulário onde informará e-mail e CPF. "O wi-fi não será uma opção sem motivação. A ideia é ajudar as pessoas a acessarem o Cittamobi com mais facilidade e rapidez, sem gastar o pacote de dados do passageiro", concluiu Mota.
 
[veja abaixo as linhas que serão integradas com o metrô]
 
 

 
Informações: A Tarde